DESIGUALDADE ENTRE ENSINO PÚBLICO E PRIVADO: ANÁLISE DO USO DE TIC NA PANDEMIA DE COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2022.65963

Palavras-chave:

TIC, pandemia de COVID-19, desigualdade social, ensino de ciências.

Resumo

A pandemia de Covid-19 foi marcada por uma série de adaptações na forma como a sociedade global vive. Ao longo do ano de 2020 gestores, professores, alunos e familiares precisaram remodelar processos e metodologias, para dar continuidade ao ano letivo escolar, todavia, tudo isto teve um custo. O presente estudo apresenta uma revisão de autores selecionados que discutam a temática da desigualdade social, da desigualdade no ensino e do uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no Ensino de Ciências. Para isto, foi realizada uma revisão bibliográfica utilizando-se da metodologia de revisão crítica de literatura conforme Minayo (2009) realizada entre os meses de fevereiro e setembro de 2021. A partir deste estudo constatou-se uma evidente desigualdade entre o ensino público e privado, sobretudo, quando analisamos o uso de TIC. Também observou-se a necessidade de políticas públicas que priorizem recursos financeiros para a inserção destas tecnologias no ensino público, assim como, investimentos na formação de professores para utilização de tecnologias digitais, pois, a pandemia de Covid-19 mostrou-se um marco no que tange tais aspectos.

Biografia do Autor

Jerônimo de Oliveira Loureiro, Universidade Luterana do Brasil

Ms. e Doutorando pelo Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - ULBRA/Canoas.

Leticia Azambuja Lopes, Universidade Luterana do Brasil

Profa. Dra. no Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - ULBRA/Canoas.

Referências

BRASIL, Ministério da Educação. Decreto Legislativo nº 6. Brasília, 2020.

CASTRO, Jorge Abrahão. Evolução e desigualdade na educação brasileira. Educ. Soc. vol.30 no.108 Campinas Oct. 2009.

FANTIN, Monica. Media education in Brazil. Dilemmas, limits and possibilities. In: MATEUS, Julio-César; ANDRADA, Pablo; QUIROZ, Mária-Tereza (Eds.). Media education in Latin America. New York: Taylor & Francis, 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 50. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1987.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de Pesquisa. Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS, Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

LOPES, Letícia. Azambuja; VALDUGA, Mariela; ATHAYDES, Yasmin; DAL-FARRA, Rossano André. Estratégias para o Ensino de Ciências: o Tema Gerador Insetos Aplicado aos Anos Finais do Ensino Fundamental. In: ______. (org.). Práticas Escolares no Ensino de Ciências e Matemática. /Organização de Carmen Teresa Kaiber. – Canoas: Ed. ULBRA, p. 196, 2015.

MARTINI, João Carlos; LOPES, Letícia Azambuja.; LOPES, Paulo Tadeu Campos. Relações entre Tecnologias Digitais e o Aprendizado Escolar. Ensino de Ciências e Tecnologia em Revista. Vol. 9, n.2. mai./ago. 2019.

MINAYO, Maria Cecília. Org. Pesquisa social teoria método e criatividade. 28. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

PNUD/ONU. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Human Development Report, 2019.

Downloads

Publicado

2022-11-07

Como Citar

DE OLIVEIRA LOUREIRO, Jerônimo; AZAMBUJA LOPES, Leticia. DESIGUALDADE ENTRE ENSINO PÚBLICO E PRIVADO: ANÁLISE DO USO DE TIC NA PANDEMIA DE COVID-19. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 01–15, 2022. DOI: 10.12957/redoc.2022.65963. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/65963. Acesso em: 21 jul. 2024.