Relações raciais na educação de jovens e adultos trabalhadores: desafios à ciência geográfica

Autores

  • Tiago Dionisio da Silva COAEP/SUPPES/SUBPAE/SEEDUC-RJ e PPGEduc/UFRRJ.

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2021.56421

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Classe, Raça, Ensino de Geografia.

Resumo

Neste artigo, buscou-se refletir sobre a interseccionalidade entre classe e raça no contexto da sociedade brasileira, entrelaçando com o desenvolvimento do sistema educacional para compreender a demanda e manutenção da Educação de Jovens e Adultos (EJA), caracterizada por trabalhadores e negros especialmente. Assim, apontamos para a quebra de paradigma no ensino de geografia, no sentido de acolher as novas demandas sociais trazidas pelos inúmeros movimentos sociais, em nosso caso, os movimentos negros e que têm desdobramentos diretos para o ensino de geografia, pois reconfiguram o espaço geográfico, logo implica no processo de ensino/aprendizagem da geografia.  Sob essa perspectiva, optamos por uma abordagem metodológica pautada na pesquisa qualitativa e bibliográfica. Observamos a necessidade de olharmos para a EJA como um campo educacional marcado pela exclusão social e racial. Isso precisa estar fortemente demarcado nas pesquisas, práticas pedagógicas e na elaboração e aplicação das políticas públicas voltadas para esse público. Os estudantes da EJA são hegemonicamente trabalhadores ou filhos da classe trabalhadora, além da grande maioria ser negra, portanto, essas duas dimensões precisam ser/estar contempladas na EJA. No bojo dessa discussão, defendemos a ideia de que a geografia, a partir do seu objeto de estudo, o espaço geográfico, tem muito para contribuir com esse combate ao racismo, pois as análises geográficas podem desvendar as desigualdades socioeconômicas e raciais que permeiam a formação do espaço brasileiro e, por consequência a posição que esses jovens e adultos trabalhadores, e na sua grande maioria, negros, ocupam em nossa sociedade. 

Biografia do Autor

Tiago Dionisio da Silva, COAEP/SUPPES/SUBPAE/SEEDUC-RJ e PPGEduc/UFRRJ.

Doutorando e Mestre em Educação pela UFRRJ. Especialista em Educação e Relações Raciais pelo Programa de Estudo Sobre o Negro na Sociedade Brasileira (PENESB/UFF). Especialista em Docência e Educação Básica pela Faculdade de Educação da UFF. Possui Graduação (Licenciatura e Bacharelado) em Geografia pela UFF. Desde 2009 é professor de Geografia da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC/RJ), mas entre 2015 e 2018, através de seleção interna, atuou como Formador da área de Ciências Humanas na UNIVERSEEDUC/RJ. Atualmente trabalha na Coordenadoria de Articulação e Elaboração de Projetos Educacionais Inovadores (COAPE/SUPPES/SUBPAE/SEEDUC).

Referências

ALGEBAILE, Eveline Bertino. Tão próximas e tão distantes: classes sociais e a apreensão da complexidade social brasileira. Revista Tamoios (Online), Rio de Janeiro: UERJ/FFP. Ano I, v. 1, n. 2, p. 39-47, 2005.

Miguel Gonzales Arroyo. Educação de Jovens e Adultos: um campo de direitos e responsabilidade pública. In: SOARES, Leôncio; GIOVANETTI, Maria Amélia; GOMES, Nilma Lino (Org.). Diálogos na Educação de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. p. 19-50.

CAVALLEIRO, Eliane. Educação anti-racista: compromisso indispensável para um mundo melhor. In: _______. (Org.) Racismo e Anti-racismo na educação: repensando nossa escola. São Paulo: Selo Negro, 2001. p. 141-160.

FILHO, José Barbosa da Silva. História do Negro no Brasil. In: OLIVEIRA, Iolanda de e SISS, Ahyas. (Org.). População Negra e Educação Escolar. Cadernos PENESB 7. Niterói: Quartet/EdUFF, 2006.p. 107-140.

GOMES, Nilma Lino. Alguns termos e conceitos presentes no debate sobre relações raciais no Brasil: uma breve discussão. In: BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Educação antirracista: caminhos abertos pela Lei Federal n. 10.639/03. Brasília, DF: MEC/SECAD, 2005. p. 39-61.

GUIMARÃES, Antônio Sergio. Democracia racial: o ideal, o pacto e o mito. In. OLIVEIRA, Iolanda de. Cadernos PENESB. Relações Raciais e educação: temas contemporâneos. n. 4, Niterói: EdUFF, 2002. p. 33-60.

HASENBALG, Carlos Alfredo. Discriminação e desigualdades raciais no Brasil. Belo Horizonte, Editora UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ, 2005.

IANNI, Octavio. Raças e classes sociais no Brasil. São Paulo: Editora Brasiliense, 2004.

LIMA, Mônica. História da África: temas e questões para a sala de aula.In: OLIVEIRA, Iolanda de e SISS, Ahyas (Org.). População Negra e Educação Escolar. Caderno Penesb 7. Niterói. Quartet/Eduff, 2006. p. 71-105.

MATTOS, Marcelo Badaró. E. P. Thompson e a tradição de crítica ativa do materialismo histórico. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2012.

MUNANGA, Kabengele. Uma Abordagem Conceitual das Noções de Raça, Racismo, Identidade e Etnia. Palestra proferida. 3º Seminário Nacional Relações Raciais e Educação (PENESB), 05 nov 03. Disponível em: <http://www.ufmg.br/inclusaosocial/>. Acesso em: 15 jun 2018.

_______. Teoria social e Relações Raciais I. In OLIVEIRA, I e PESSANHA, M. M. de J. (Org.). Educação e Relações raciais. Curso ERER, Vol 1, Niterói, RJ:CAED/UFF, 2016. p. 205-228.

PASSOS, Joana Celia dos. Escolarização de jovens negros e negras. In: Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva; Regina Pahim Pinto; Iolanda de Oliveira. (Org.). Negro e educação: escola, identidades, cultura e políticas públicas. São Paulo: ANPED; Ação Educativa, 2005, v. 03, p. 53-65.

PONTUSCHKA, Nídia Nacib. A Geografia: ensino e pesquisa. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri. (Org.). Novos Caminhos da Geografia. São Paulo: Contexto, 2005. p. 111-142.

_______.; PAGANELLI, TomokoIyda.; CACETE, NuriaHamglei. Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo: Cortez, 2007.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. A Geografia dos sistema mundo moderno-colonial numa perspectiva subalterna. IN: SANTOS, Renato Emerson. (Org.) Diversidade, Espaço e Relações Étnico-Raciais. O negro na Geografia do Brasil. Rio de Janeiro: Autêntica, 2007. p. 7-11.

SANTOS, Renato Emerson dos. O ensino de Geografia do Brasil e as relações raciais: reflexões a partir da lei 10.639. In: _______. (Org.). Diversidade, espaço e relações étnico-raciais: O negro na Geografia do Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. p. 21-42.

_______. O ensino de geografia e a Lei 10.639: algumas discussões de currículo. In: SACRAMENTO, Ana Cláudia Ramos; ANTUNES, Charlles da França; SANTANNA FILHO, Manoel Martins de. (Org.). Ensino de geografia: produção do espaço e processos formativos. Rio de Janeiro: Consequência/FAPERJ, 2015. p. 317-339.

SANTOS, Enio José Serra dos. Educação Geográfica de Jovens e Adultos Trabalhadores: concepções, políticas e proposta curriculares. Tese (Doutorado em Educação). Niterói, RJ: Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal Fluminense, 2008.

SILVÉRIO, Valter Roberto. A diferença como realização da liberdade. In. ABRAMOWICK, Anete; BARBOSA, Lúcia Maria Assunção; SILVÉRIO, Valter Silvério. (Org.). Educação como prática da diferença. Campinas, SP: Armazém do Ipê (Autores Associados), 2002. p. 5-20.

SOUZA, Maria Helena Viana. Ideologia Racial Brasileira na Educação Escolar. In: OLIVEIRA, Iolanda de e SISS, Ahyas (Orgs). População Negra e Educação Escolar. Caderno PENESB 7. Niterói: Quartet/Eduff, 2006. p. 223-260.

SOUZA, Mário Luiz de. Racismo como instrumento epistemológico e político para o entendimento da situação da população negra na sociedade brasileira. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.I.]v. 6, n. 12, p. 6-23, fev. 2014, p. 06-23.

TEIXEIRA, Moema de Poli. Relações Raciais na sociedade Brasileira. In: OLIVEIRA, Iolanda de e SISS, Ahyas (Orgs). População Negra e Educação Escolar. Caderno PENESB 7. Niterói. Quartet/Eduff, 2006. p. 261-284.

THOMPSON, Edward Palmer. A Miséria da Teoria ou um planetário de erros: uma crítica ao pensamento de Althusser. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

_______. A formação da classe operária inglesa: A árvore da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

WETTSTEIN, Germán. O que se deveria ensinar hoje. In. OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. (Org.). Para onde vai o ensino de Geografia? São Paulo: Contexto, 2005. p. 125-134.

Downloads

Publicado

2021-07-12

Como Citar

DA SILVA, Tiago Dionisio. Relações raciais na educação de jovens e adultos trabalhadores: desafios à ciência geográfica. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 73–97, 2021. DOI: 10.12957/redoc.2021.56421. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/56421. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Seção Temática