Oficina sobre suporte básico de vida para estudantes de saúde

Benedito Fernandes da Silva Filho, Maria Olívia Costa Magalhães, Rosiane Barros Oliveira Del Sarto, Edison Vitório de Souza Júnior, Rita Narriman Silva de Oliveira Boery

Resumo


O presente estudo objetivou descrever a experiência de mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde de uma Universidade Pública do Estado da Bahia, sobre a oficina de Suporte Básico de vida ministrada para estudantes da área de saúde. A proposta da oficina sobre Suporte Básico de Vida foi promover uma abordagem teórica-prática baseada na realidade. Nesse sentido, realizou-se uma aula expositiva dialogada, utilizando-se recursos audiovisuais, contendo os seguintes conteúdos teóricos: Epidemiologia das doenças do aparelho circulatório; Sintomatologia de um indivíduo em PCR; Passos para o reconhecimento de uma situação de PCR; Sequência de avaliação e conduta em cada momento; Uso do Desfibrilador Externo Automático (DEA) e Manobra de Heimlich em adultos. É de fundamental importância que toda a sociedade, tenha conhecimento acerca dos protocolos de Suporte Básico de Vida, visto que qualquer pessoa está sujeita às situações de urgência e/ou emergência, podendo assim intervir de maneira efetiva no socorro à vítima.


Palavras-chave


Educação em Saúde, Emergências, Parada Cardíaca, Reanimação Cardiopulmonar.

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN HEART ASSOCIATION. Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Destaques da atualização das Diretrizes da AHA 2015 para RCP e ACE. International Consensus on Science Circulation Texas (EUA): American Heart Association; 2015.

BRAGA, R.M.N.; FONSECA, A.L.E.A.; RAMOS, D.C.L.; GONÇALVES, R.P.F.; DIAS, O.V. Atuação da equipe de enfermagem no atendimento à vítima de parada cardiorrespiratória no ambiente intra-hospitalar. Revista de Atenção à Saúde – RAS, São Caetano do Sul, v. 16, n. 56, p. 101-107, 2018. http://dx.doi.org/10.13037/ras.vol16n56.492

BRASIL. Mistério da Saúde. Departamento de Informática do Sistema único de Saúde -DATASUS. Sistema de Informação de Mortalidade - SIM, 2017. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. 2016. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 24 maio 2016. Seção 1. P. 44-46. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Protocolos de Intervenção para o SAMU 192 - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Brasília: Ministério da Saúde, 2a edição, 2016.

CAVALCANTE, B.; LIMA, U.T.S. Relato de experiência de uma estudante de enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas. Journal of Nursing and Health, 2012; 1(2):94-103. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

CHAVES, A.F.L.; MUNIZ, P.H.S.; LIMA, L.C.; MORAIS, H.C.C.; HOLANDA, R.E.; LOPES, B.B. Reanimação Cardiopulmonar nas Escolas: avaliação de estratégia educativa. Revista Expressão Católica Saúde, v.2, n.1, p.65-72, 2017. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

COFEN. CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Parecer Normativo Nº 002/2017. 2017. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

DIAZ, F.B.B.S.; NOVAIS, M.E.F.; ALVES, K.R.; CORTES, L.P.; MOREIRA, T.R. Conhecimento dos Enfermeiros sobre o Novo Protocolo de Ressuscitação Cardiopulmonar. Revista de Enfermagem do Centro Oeste Mineiro, v.7, n.2, p.18-22, 2017. http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1822

FERREIRA, L.A.; PINTO, M.K.G.; LEITE, A.C.Q.B.; COSTA, M.J.S.; FERNANDES, S.C.A. Capacitação em Suporte Básico de Vida para Vigilantes: Uma Atividade Extensionista. Revista Extendere, v.2, n.1, p.123-134, 2014. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 50a ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2011.

KNOPFHOLZ, J.; KUSMA, S.Z.; MEDEIROS, Y.R.C.; MATSUNAGA, C.U.; LORO, L.S.; ORTIZ, T.M.; ZANIS, B.H.; GUILHERME, G.F. Capacidade de manuseio da parada cardíaca em locais de alto fluxo de pessoas em Curitiba. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, v.13, n.2, 2015. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.

MAURICIO, E.C.B.; LOPES, M.C.B.T.; BATISTA, R.E.A.; OKUNO, M.F.P.; CAMPANHARO, C.R.V. Resultados da implementação dos cuidados integrados pós-parada cardiorrespiratória em um hospital universitário. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v.26 e2993, 2018. http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.2308.2993

MOURA, F.S.; CARVALHO, F.V.; MARTINS, M.C.C.; VASCONCELOS, G.M.; MELLO, P.M.V.C. Knowledge of Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation among Brazilian Medical Students. Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v.40, n.1, p.77-85, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/1981-52712015v40n1e01772015

PINHEIRO, D.B.S.; SANTOS JÚNIOR, E.B.; PINHEIRO, L.S.B. Parada cardiorrespiratória: vigilância, prevenção e cuidados após PCR. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, v.10, n.2, p.577-584, 2018. http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2018.v10i2.577-584

SOARES, G.P.; KLEIN, C.H.; SILVA, N.A.S.; OLIVEIRA, G.M.M. Evolução da mortalidade por doenças do aparelho circulatório nos municípios do estado do Rio de Janeiro, de 1979 a 2010. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, São Paulo, v.104, n.5, p.356‐365, 2015. http://dx.doi.org/10.5935/2359-4802.20180003

WHO. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Media Centre. The top 10 causes of death. 2018. Disponível em: . Acesso em 20 fev. 2020.




DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2021.57007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


   Resultado de imagem para blogger icon   

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

ISSN 2359-0424

IBI Factor: 2.2

 

A Revista SUSTINERE está indexada/cadastrada em: