MPB literária: ferramenta pedagógica para introdução aos estudos literários no segundo ciclo de ensino fundamental

Eneida da Silva Fiori

Resumo


Este relato apresenta uma análise sobre a Música Popular Brasileira como ferramenta pedagógica de ensino para a introdução aos estudos literários em turmas do segundo segmento do ensino fundamental. Para discutir tal questão, um projeto foi iniciado em duas turmas de pré-adolescentes de uma escola da rede privada, na cidade de São Gonçalo, no ano de 2011. Tal projeto propunha estimular o conhecimento sobre Literatura a partir de letras de músicas articuladas com outras expressões artísticas como poemas e pinturas. A partir das aulas ministradas e das atividades realizadas pelos alunos foi possível compreender como a música contribui de maneira positiva para o envolvimento e o interesse dos alunos com relação ao conteúdo proposto.


Palavras-chave


Música popular; Literatura; Ensino fundamental

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. A gestação do futuro. São Paulo: Papirus, 1986.

BAKTHIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKTHIN, Mikhail. Estética da criação verbal. TRAD. PEREIRA, Maria Fernandina Galvão Gomes. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BRASIL. Secretaria de Educação. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino Fundamental. Brasília: MEC, 1998.

CALDAS, W. A cultura político-musical brasileira . São Paulo: Musa Editora, 2005.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

GUERRA, A.; CARVALHO, G. Interpretação e método: repetição com diferença. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.

KLEIMAN, A. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. Campinas: Pontes, 2002.

MELO, C. Música Popular Brasileira e Literatura: Um Estímulo Interdisciplinar Através dos Textos. Pesquisa apresentada no IV Encontro Ibero-americano de Coletivos Escolares e Redes de Professores que Fazem Investigação na sua Escola. 2005. Disponível em: . Acessado em: 13 nov. 11.

MORIN, E. Os sete Saberes Necessários à Educação do Futuro. 3. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2001.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Tradução Eloá Jacobina. 8. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

MUSZKAT, M. et al. Música e Neurociências . Revista Neurociências. Vol. 8, No 2. Pág. 70-75, 2000.

NAPOLITANO, Marcos. A música popular brasileira (MPB) dos anos 70: resistência política e consumo cultural. s/p. 2002. Disponível em: . acessado em: 13. Nov.11.

PAIVA, A. et al. Literatura: saberes em movimento. Belo Horizonte: Ceale, Autêntica, 2007.

RODRÍGUEZ, A. Musica y Literatura. Revista Archipielago. Ed. Universidad Nacional Autónoma de México. Vol. 13, No 47, s/p, 2005.

ROJO, R. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004. Texto apresentado em Congresso realizado em maio de 2004.

WISNIK, J. M. O som e o sentido. São Paulo: Companhia das Letras. 1999.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2020.54604

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: