EXPERIMENTAÇÃO DIDÁTICA COM O AUXÍLIO DA PEDAGOGIA DE PROJETOS: O TEATRO COMO RECURSO LÚDICO VISANDO À INTEGRAÇÃO DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA NAS AULAS DE MATEMÁTICA

Nelson Machado Barbosa, Jonatas Campos Sarlo, Eduardo Corrêa dos Santos

Resumo


Este artigo apresenta uma experimentação didática baseada na pedagogia de projetos com uma prática pedagógica diferenciada, o Teatro, visando o desenvolvimento do senso de autonomia do aluno nas aulas de matemática, concentrando-se em envolver ativamente os estudantes no desenvolvimento do entendimento da Educação Financeira contextualizada, trabalhando de forma independente e cooperativa na tomada de decisão em situações-problema. A partir dos resultados, pode-se perceber que os estudantes puderam desenvolver os processos cognitivos ensinados, sendo capazes de transferi-los para novas situações em economia doméstica e matemática financeira através da ambientação cênica elaborada, totalmente centrada nos conceitos da interdisciplinaridade e transversalidade


Palavras-chave


Pedagogia de projetos; arte educação; teatro; educação financeira.

Texto completo:

PDF

Referências


ABEFIN. Associação Brasileira dos Educadores Financeiros. Disponível em: https://abefin.org.br/. Acesso em 31/05. 2019.

ALVES, E.C. Teatro: um olhar lúdico à face do desenvolvimento infantil. In. II Jornada Pedagógica do Lalupe – Olha Multidisciplinar sobre a Ludicidade, 2010, Aquidauana-MS, 04 a 06 de outubro. ANAIS da II JOPED, 2010. Disponível em: http://www.joped.uepg.br/2010/anais/oral/20003_1_FINAL.pdf.

AZEVEDO, M.N.; ABIB, M.L.V. Pesquisa-ação e a elaboração de saberes docentes em ciências. Investigações em Ensino de Ciências, v.18 (1), p.55-75, 2013.

D’AMBROSIO, U. Da realidade a ação: reflexões sobre educação e matemática. 6ª ed. São Paulo:Editora Summus, 1986.

DOLCI, L.N. Teatro na Educação: desenvolvendo no aluno a capacidade de integração nos grupos sociais. Revista Electrónica Diálogos Educativos, n.8, p.68-90, 2004.

BRASIL. DECRETO Federal 7.397/2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_ 03/_Ato2007 2010/2010/Decreto/D7397.htm. Acesso em 06/06. 2019.

BRASIL. Educação financeira nas Escolas: Ensino médio. Bloco 1.1. ed. [S.l.]: Comitê Nacional de Educação Financeira - Ministério da Educação, 2013.v. 1.

BRASIL. Educação financeira nas Escolas: Ensino médio. Bloco 2.1. ed. [S.l.]: Comitê Nacional de Educação Financeira - Ministério da Educação, 2014.v. 1.

BRASIL. Educação financeira nas Escolas: Ensino médio. Bloco 3.1. ed. [S.l.]: Comitê Nacional de Educação Financeira - Ministério da Educação, 2014.v. 1.

BRASIL. Estratégia nacional de educação financeira - Plano Diretor da ENEF. Brasília, DF, 2017. Disponível em: https://vidaedinheiro.gov.br/. Acesso em 31/05. 2019

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília, DF, 2018.

BRUHN, M.; LEAO, L. de S.; LEGOVINI, A.; MARCHETTI, R.; ZIA, B. The impact of high school financial education: experimental evidence from brazil. World Bank Policy Research Working Paper, n.6723, 2013. Disponível em: http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2367083. Acesso em 06/04. 2019.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. São Paulo: Arquivo Kindle, 2018.

D’AMBROSIO, U. Da realidade a ação: reflexões sobre educação e matemática. 6ª ed. São Paulo:Editora Summus, 1986.

D’AQUINO, C. CERBASI, G. E o que é educação financeira? São Paulo, 2016. Disponível em: http://educacaofinanceira.com.br/index.php/escolas/conteud /513. Acesso em 21/03. 2019.

DAVIS, J.H.; BEHM, T. Terminology of drama/theatre with and for children: a redefinition. Children’s Theatre Review XXVII, v (1), p.10-11, 1978.

ENEF. Estratégia Nacional de Educação Financeira. Disponível em: http://www.vidaedinheiro.gov.br/. Acesso em 31/05. 2019.

FIGUEIREDO, R.V.de. A formação de professores para a inclusão dos alunos no espaço pedagógico da diversidade.1ª ed. Petrópolis: Vozes, 2008, v.1,p.141-145.

GARCIA, C. J.; CANAL, B.R.; BERNAL, G. A.; MARTÍN G. A.V. El escenario emocional y la dramática de la formación. La Vida Emocional: Las Emociones y la Formación de la Identidad Humana, p.87-126. Ariel: Barcelona – Espanha, 2006.

GEFE-SP. A origem dos impostos. 2019. Disponível em: . Acesso em 02/05. 2019.

GONZAGA, E.T. O teatro como recurso didático para motivar os alunos do 3º ano do ensino médio na aprendizagem de matemática. 2018. (94 f.). Dissertação (Mestrado em Matemática – Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro), Campos dos Goytacazes, 2018.

MARTINS, J.P. Seu futuro: Educação financeira e atitudes para conquistar sua independência. 1ª ed. Paraná: Editora Fundamento Educacional, 2011.

MARTINS, J.S. Projetos de pesquisa: estratégias de ensino em sala de aula. 2ª ed. Campinas: Editora Autores Associados, 2007.

NOGUEIRA, R.N. Pedagogia dos projetos: uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento das múltiplas inteligências. 1ª ed. São Paulo: Editora Érica, 2003.

OCDE. Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Paris, França. Disponível em: https://www.oecd.org/brazil/. Acesso em 19/07. 2019.

PATARO, P. R. M.; SOUZA, J. R. de. Vontade de Saber Matemática. 2ª Edição. São Paulo: FTD, 2012.

PERUCHI, B.A. Projeto de trabalho: uma aplicação da matemática financeira. 2018. (85 f.). Dissertação (Mestrado em Matemática – Universidade Federal da Fronteira do Sul), Chapecó, 2018.

SAITO, A.T. Uma contribuição ao desenvolvimento da educação em finanças pessoais no Brasil. 2007. (152 f.). Dissertação (Mestrado em Economia – Universidade de São Paulo), São Paulo, 2007.

SAVOIA , J.R.F.; SAITO, A.T.; SANTANA, F.de A. Paradigms of financial education in Brazil. Revista de Administração Pública, SCIELO Brasil, v.41, n.6, p.1121-1141, nov./dez. 2007.

SILVA, A.M. da; POWELL, A.B. Um programa de educação financeira para a matemática escolar da educação básica. In: XI Encontro Nacional de Educação Matemática, 1., 2013, Curitiba.

SOUZA, D.P.D.; HORIZONTE, B. A importância da educação financeira infatil. 2012. Disponível em: http://www.educacaofinanceira.com.br/tcc/importancia-da educacaofinanceira-infantil.pdf. Acesso em 24/03. 2016.

VIGOTSKI, L.S. Imaginação e criação na infância. São Paulo: Editora Ática, 2009.

VIGOTSKI, L.S. A formação social da mente. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1989.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2021.52245

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: