Escutar com o corpo inteiro: o exercício de abertura atencional como experiência sensível nos processos de aprendizagem

Cristiane Bremenkamp Cruz, Maria Elizabeth Barros de Barros

Resumo


Este artigo pretende se constituir como um ensaio textual a partir do encontro com o trabalho da exímia percussionista escocesa Evelyn Glennie e alguns autores do campo da filosofia, da psicologia e da educação. Articulamos tessituras entre as noções de atender e de escutar com o corpo inteiro e buscamos fornecer pistas para uma aprendizagem da sensibilidade, da atenção e da escuta. Apontamos a experiência de cultivo de uma disponibilidade do corpo entendido como “caixa de ressonâncias”, concluindo que mais do que linhas visíveis, regras, disciplinas e métodos rígidos de comportamento, o que ganha destaque nessa aposta ética de uma aprendizagem da sensibilidade é o que, no invisível, sustenta o encontro e a atmosfera crucial dos processos de ensino-aprendizagem: um pouco de abertura e de frescor.


Palavras-chave


Aprendizagem da atenção; Experiência corporificada; Escuta

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Oswald de. O manifesto antropófago. In: TELES, G. M. Vanguarda europeia e modernismo brasileiro: apresentação e crítica dos principais manifestos vanguardistas. 3. ed. Petrópolis: Vozes; Brasília: INL, 1976.

BARROS, R. D. B.; PASSOS, E. A cartografia como método de pesquisa-intervenção. In: PASSOS, E.; KASTRUP, V.; ESCÓSSIA, L. (orgs.). Pistas do método de cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2009.

BERGSON, Henri. Matéria e memória. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

CITTON, Yves. The ecology of attention. UK: Polity, 2017.

DELEUZE, Gilles. Proust e os signos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.

DELEUZE, G.; PARNET, C. Diálogos. São Paulo: Escuta, 1998.

FREUD, Sigmund. Recomendações aos médicos que exercem a psicanálise. In: FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standard brasileira. v. XII. Rio de Janeiro: Imago, 2006 [1912].

GLENNIE, E. Hearing essay: Evelyn Glennie teach the world to listen, 2015. Disponível em: https://www.evelyn.co.uk/hearing-essay/?fbclid=IwAR0vSOz-9ccaY3Lrhv7QG2L2niDtCDKqOcSfddG9gLVGVDDvrnYLuqPaK_o. Acesso em: 22 out. 2018.

KASTRUP, Virgínia. A aprendizagem da atenção na cognição inventiva. Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, v. 16, n. 3, p. 7-16, 2004.

________________. O funcionamento da atenção no trabalho do cartógrafo. Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, v. 19, n. 1, p. 15-22, 2007.

LEMINSKI, Paulo. Distraídos venceremos. São Paulo: Brasiliense, 1987.

LISPECTOR, Clarice. Água viva. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.

NETO, Alfredo. O terceiro ouvido: Nietzsche e o enigma da linguagem. Cadernos de Subjetividade: Núcleo de Estudos da Subjetividade, PPG Psicologia Clínica/ PUC-SP, São Paulo, v. 1, n. 2, p.151-155, 1993.

HANH, Thich Nhat. O sol meu coração: da atenção à contemplação intuitiva. São Paulo: Paulus, 1996.

OIDA, Yoshi. O ator invisível. São Paulo: Beca Produções Culturais, 2001.

PETITMENGIN, Claire.. Towards the source of thoughts. Journal of Consciousness Studies, v. 14, n. 3, p. 54-82, 2007.

TOUCH THE SOUND. Documentário. Direção de Thomas Riedelsheimer. Alemanha. 2004. 1 DVD (100 min.). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Px8JC5DfoWs. Acesso em: 20 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2019.45776

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: