Linguagem corporal na promoção de resiliência: uma prática educacional com acadêmicos do curso de educação física

Ângela Adriane Schmidt Bersch, Eliane Lima Piske

Resumo


O artigo apresenta a linguagem corporal como mecanismo de proteção e promoção de resiliência em intervenções para formação de acadêmicos de Educação Física de uma Universidade Federal do Sul do Brasil. A pesquisa foi qualitativa e a Grounded Theory e o software Atlas.Ti foram as bases de análise das informações. As intervenções foram realizadas por meio de estratégias pedagógicas com a temática central da linguagem corporal com foco nas emoções e sentimentos dos estudantes. Os resultados na vivência da corporeidade foram apontados como possibilidades de mudanças nas novas aprendizagens e experiências relacionais. Estes podem ser fatores potencializadores da resiliência pela via corpórea pelas evidências de que geraram possibilidades de superação das adversidades de cada um.

Palavras-chave


Resiliência, Linguagem Corporal, Educação Física

Texto completo:

PDF

Referências


ARIZZA, L; DIAS. V; SOUSA. R.; NUNES. B.; GALIAZZI, M. C.; SCHIMIDT, E. B. Articulações metodológicas da análise textual discursiva com o Atlas.Ti :compreensões de uma comunidade aprendente. 4.º. Congresso Ibero Americano em Investigação Qualitativa, Universidade Tiradentes, Aracaju- Brasil, 2015. Disponível em . Acesso em: 05 de jan. 2016.

BERSCH, A.A.S. A formação pela via corporal dos educadores sociais nas instituições de acolhimento: intervenções para a promoção da melhoria das interações. ANAIS X ANPED SUL, Florianópolis, outubro de 2014. Disponível em: http://xanpedsul.faed.udesc.br/arq_pdf/1768-0.pdf. Acesso em 17 de jun.2019.

BORGES, C.N.F.; LOPES, S. M.; ALVES, C.A.; ALVES, F.P. Resiliência: Uma Possibilidade de Adesão e Permanência na Prática do Futebol Feminino. Revista Movimento, Porto Alegre, v.12, n. 01, p. 105-131, janeiro/abril. 2006. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2893/1529. Acesso em: 20 abr. 2016.

FONTES, R. C. C. & BRANDÃO, M. R. F. A resiliência no âmbito esportivo: uma perspectiva bioecológica do desenvolvimento humano. Revista Motriz, Rio Claro, v.19 n.1, p.151-159, jan./mar. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/motriz/v19n1/a15v19n1.pdf. Acesso em: 12 de jul. 2019.

BRONFENBRENNER, U. Bioecologia do desenvolvimento humano: tornando os seres humanos mais humanos. Tradução André de Carvalho-Barreto. Porto Alegre: Artmed, 2011.

CABRAL, S. Marcas de resiliência ou sobre como tirar leite de pedra. In: CABRAL, S. & CYRULNIK, B. (orgs.) Resiliência: como tirar leite de pedra. São Paulo: casa do psicólogo, 2015.

CHARMAZ, K. A. Construção da Teoria Fundamentada: guia prático para análise qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

DIESEL, D.; ISSE, S. SCHWERTNER, S. A importância de uma formação pessoal e corporal do futuro professor de educação física. Seminário Nacional de Pesquisa em Educação, Universidade de Santa Cruz do Sul, 2016. Anais... ISSN 2359-0963. Disponível em: https://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/sepedu/article/view/14810. Acesso: 17 set. 2019.

FONTES, R.C.da C.; BRANDAO, M.R.F. A resiliência no âmbito esportivo: uma perspectiva bioecológica do desenvolvimento humano. Motriz: Revista Educação Física, vol.19, n.1, pp.151-159, 2013. ISSN 1980-6574. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1980-65742013000100015. Acesso em: 22 fev.2016.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GLASER B. G.; STRAUSS, A. L. The discovery of grounded theory. New York: Aldine, 1967.

KRUEGER, D.W. Body Self: Development, Psychopathologies and Psychoanalytic Significance. Psychoanalitic Study of Child, 56, 238-262, 2001.

KRUEGER, D.W. Integrating Body Self and Psychological Self: creating a new history in psychoanalysis and psychotherapy. Nova lorque: Brunner-Routledge, 2002.

MARTINEAU, S. Rewriting resilience: a critical discourse analysis of childhood resilience and the politics of teaching resilience to “kids at risk”. Tese de Doutorado não-publicada, The University of British Columbia, 1999.

MASTEN, A. S. Ordinary magic: Resilience in development. New York, NY: Guilford, 2014.MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

NEGRINE, A. Terapias corporais: a formação pessoal do adulto. Porto Alegre: Edita, 1998.

NEVES, A. N.; HIRATA, K. M; TAVARES, M.da C.G.C.F. Imagem corporal, trauma e resiliência: reflexões sobre o papel do professor de Educação Física. Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP. Volume 19, Número 1, Janeiro/Abril de 2015: 97-104. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pee/v19n1/2175-3539-pee-19-01-00097.pdf. Acesso: 15 jul.2019.

OLIVEIRA A.T.C.; MORAIS N.A.. Resiliência Comunitária: um estudo de revisão interpretativa da literatura. Trends Psychol., Ribeirão Preto, vol. 26, nº 4, p. 1731-1745 - Dezembro/2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tpsy/v26n4/2358-1883-tpsy-26-04-1731.pdf. Acesso: 14 set. 2019.

OJEDA, E.N.S.; LA JARA, A.; MARQUES. C. Resiliência Comunitária. In: HOCH, C.; ROCCA, S. Sofrimento, Resiliência e Fé - Implicações para as relações de cuidado. São Leopoldo: Editora Sinodal, 2007, 97p.

PALUDO, S.S.; KOLLER, S. Psicologia Positiva: uma nova abordagem para antigas questões. Paidéia, v.17, n.36, p. 9-20, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/paideia/v17n36/v17n36a02.pdf. Acesso em: 13 de ago.2019.

PISKE, E. L.; YUNES, M. A. M.; BERSCH, A. A. S.; PIETRO, A. T. Práticas educativas nas instituições de acolhimento sob o olhar das crianças. R. Educ. Públ. Cuiabá: UFMT, v. 27 n. 66, p. 905- 923, 2018. Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/3364/pdf. Acesso em: 27 set. 2019.

SAN MARTÍN, D. Teoría fundamentada y Atlas.ti: recursos metodológicos para la investigación educativa. Revista Electrónica de Investigación Educativa, v.16, n.1, p.104-122, 2014. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1607-40412014000100008. Acesso 23 jul.2019.

STRAUSS, A.L.; CORBIN, J. Basics of Qualitative Research: Grounded Theory, Procedures and Techniques. Newbury: SAGE, 1990.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis: Vozes, 2005.

VANISTENDAEL, S. La vida no nos sonríe: reflexiones sobre El humor, La resiliencia y La espiritualidad. In: VANISTENDAEL, S.; GABERAN, P.; HUMBEECK, B.; LECOMTE, J.; MANIL, P.; ROUYER, M. Resiliencia y humor. Barcelona: Editora Gedisa, 2013.

WALSH, F. Fortalecendo a resiliência familiar. São Paulo, SP: Roca, 2005.

YUNES, M. A. M. Dimensões conceituais da resiliência e suas interfaces com risco e proteção. In: MURTA, S.G.; FRANÇA, C.L.; BRITO, K.; POLEJACK, L. (Org.). Prevenção e Promoção em Saúde Mental: Fundamentos, Planejamento e Estratégias de Intervenção. 1ª ed. Novo Hamburgo: Synopisis, p. 93-112, 2015.

YUNES, M. A. M. Psicologia Positiva e Resiliência: foco no indivíduo e na família. Psicologia em estudo, Maringá,V.8, n. esp., p.75-84, 2003. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/pe/v8nspe/v8nesa10.pdf. Acesso em: 28 dez.2018.

YUNES, M. A. M. A questão triplamente controvertida da resiliência em famílias de baixa renda. Tese de Doutorado não-publicada, Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. 2001. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16345. Acesso em: 12 fev. 2019.

YUNES, M. A. M.; FERNANDES, G.; WESCHENFELDER, G. V. Intervenções psicoeducacionais positivas para promoção de resiliência: o profissional da educação como tutor de desenvolvimento. Educação, Porto Alegre, v. 1, n. 1, p. 83-92, jan. –abr. 2018. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/29766. Acesso: 27 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2019.45597

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: