História da Psicologia Política: Heterogeneidade e institucionalização

Domenico Uhng Hur

Resumo


A Psicologia Política (PP) é um campo de conhecimentos heterogêneo e plural, ainda em consolidação. O objetivo deste artigo é conhecer os trabalhos que realizam um histórico sobre a PP, para discutir as diferentes narrativas dos autores da Europa, Estados Unidos e América Latina e redigir uma integração entre elas. Como método realizamos uma revisão bibliográfica sobre artigos, livros e capítulos que abordam a história da PP. Separamos a discussão em quatro tópicos: precursores da PP, fundação da PP, institucionalização da PP e a PP contemporânea na América Latina. Constatamos a constituição de um campo heterogêneo, marcado pelas diferenças regionais de como fazer pesquisas em PP. Percebemos que as narrativas históricas tendem a privilegiar os trabalhos de sua região e que o pensamento norte-americano não foi o protagonista para a criação da PP, mas sim o europeu. Já na América Latina se assume uma perspectiva crítica e uma implicação com a transformação social.

Palavras-chave


história da psicologia; Psicologia Política; América Latina

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2019.46923

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com