Mais do mesmo: os vícios de representação recursais, a impossibilidade de saneamento posterior nas instâncias excepcionais e a jurisprudência defensiva

Márcio Carvalho Faria

Resumo


RESUMO: O presente artigo busca demonstrar e discutir o formalismo-excessivo e a jurisprudência defensiva adotada pelos Tribunais Superiores brasileiros, notadamente acerca da impossibilidade de saneamento de vícios de representação processual.

PALAVRAS-CHAVE: Processo civil – Requisitos de admissibilidade recursais - Jurisprudência defensiva – Formalismo-excessivo


Palavras-chave


Processo civil – Requisitos de admissibilidade recursais - Jurisprudência defensiva – Formalismo-excessivo

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2013 Márcio Carvalho Faria

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Eletrônica de Direito Processual (REDP). e-ISSN: 1982-7636

 

Campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 7º andar

Bloco F, sala 7123. Rio de Janeiro/RJ. Brasil

Telefones: (21) 2334-0072 ou 2334-0312. E-mail: fhrevistaprocessual@gmail.com