PRÁTICAS COLABORATIVAS DESENVOLVIDAS PELO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA E O INTÉRPRETE EDUCACIONAL / Collaborative practices developed by a portuguese teacher and an educational interpreter

Adriana Lúcia de Escobar Chaves de Barros, Jackeline Pinheiro da Fonseca Ribeiro

Resumo


O aumento do número de pessoas surdas nas salas de aula regulares no Brasil é realidade nos contextos escolares inclusivos, tornando desafiador e inspirador o trabalho dos educadores, intérpretes e todos os profissionais envolvidos no ensino dos surdos. Nesse sentido, há que se conhecer mais sobre o processo de aprendizagem desses alunos, principalmente, quando o conteúdo é explicado pelo professor em português, uma língua de modalidade tão diferente da sua primeira, a Libras, e mediado por um intérprete. Refletir sobre essas questões é relevante, tanto para tornar os profissionais conscientes das dificuldades enfrentadas por esse grupo de discentes, quanto para aprimorar as práticas dos docentes e intérpretes, evidenciando a necessidade de colaboração entre eles. O presente artigo tem como objetivo compartilhar algumas práticas exitosas desenvolvidas e executadas de forma colaborativa por uma das autoras, professora de Português, e uma intérprete educacional, em turma regular de oitavo ano, composta por alunos ouvintes e um surdo. Ter atuado durante quase seis anos como intérprete desse aluno surdo possibilitou-lhe um olhar mais sensível para suas necessidades, as dificuldades do intérprete e os seus próprios desafios como professora. A partir das leituras de autores como Quadros (2004), Quadros e Schmiedt (2006), Strobel (2008) e outros estudiosos da área, apresentamos algumas atividades que acreditamos ter contribuído para o aprendizado desse surdo e despertado a sensibilidade dos seus colegas e de outros professores da escola. Esperamos que, inspirados por este artigo, professores e intérpretes educacionais passem a trabalhar, cada vez mais, de maneira colaborativa.

 

Palavras-chave


Palavras-chave


práticas colaborativas; professor; intérprete; surdo; Língua Portuguesa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/pr.2018.34488

Pensares em Revista no Diadorim Pensares em Revista na BASE Pensares em Revista no Diadorim Pensares em Revista no Google Scholar Pensares em Revista no Latindex Pensares em Revista no Livre Logo do Periódicos CAPES

 

R. Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato, São Gonçalo - RJ, CEP: 24435-005