A Extensão Universitária na Trilha do Uso Público em Parques

Douglas de Souza Pimentel, Stephanie M. S. Maia, Ana Angélica Monteiro de Barros

Resumo


O objetivo do presente texto é relatar o trabalho do Grupo de Estudos Interdisciplinares do Ambiente sobre uso público em parques. As atividades se originaram do projeto: "Os parques de papel e o papel social dos parques: o caso do Parque Estadual da Serra da Tiririca", e se desdobraram em diferentes projetos de Iniciação Científica, Monitoria e Estágio Interno Complementar, corroborando com uma visão acadêmica de extensão universitária. A interdisciplinaridade da Educação Ambiental é colocada em prática, em parceria com o Museu de Arqueologia de Itaipu, com alunos de uma escola pública local. No Parque Nacional da Serra dos Órgãos, desde 2009, a trilha do Poço Verde tem seus impactos monitorados e algumas contribuições para a gestão do Parque já podem ser consideradas, já que alguns impactos, mitigados por iniciativas do manejo, voltaram a se intensificar após um ano dessas ações. Assim, esse relato contribui, tanto para a produção acadêmica, quanto para os gestores, pois há poucos trabalhos publicados sobre uso público em áreas protegidas, bem como é grande a demanda dos administradores por essas informações. Além disso, essas ações têm aplicação prática direta no desenvolvimento de atividades de Educação e Interpretação Ambiental no contexto das Unidades de Conservação estudadas.


Palavras-chave


Uso Público; Parques; Educação Ambiental; Monitoramento de Impactos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2010.2581

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ