Avaliação da presença de sintomas depressivos entre usuários de plantão noturno, em unidade de emergência [Assessment to the presence of depressive symptoms among users nightshift at emergency room]

Igor Pereira dos Santos, Antonia Regina Ferreira Furegato

Resumo


Depressão é uma doença com agravos pessoais e sociais. Objetivou-se avaliar indicadores clínicos e contextuais entre usuários de plantão noturno, com sintomas depressivos, em unidade de emergência. Estudo descritivo, exploratório, transversal, realizado em 2008, em Campinas/SP, com 62 adultos em atendimento noturno. Aplicou-se questionário de identificação, contextualização e informações clínicas, bem como o Inventário de Depressão de Beck. Realizou-se análise estatística. Os resultados mostraram 62 sujeitos entre 18 e 56 anos, 75,8% mulheres, 71,8% brancas, 53,2% solteiros, todos com ocupação, nenhum analfabeto, 21% com nível superior. Apresentavam queixas digestivas e cefaleia (32,2%) e referiam problemas no trabalho (12,9%) e álcool e drogas na família (17,7%). Registraram-se sinais de depressão em 21% dos sujeitos. Encontrou-se relação significativa com fumo (p=0,021), insônia (p=0,005) e problemas econômicos (p<0,000). Conclui-se que os sintomas depressivos estavam aumentados, se comparados à amostra insuspeita, mas em acordo com os dados de depressão associada a doenças clínicas.

 

ABSTRACT

Depression is a disease with personal and social losses. We aimed to know the clinical and contextual factors related to the presence of depression in users of night-shift services, in a emergence unit. Descriptive, exploratory, cross-sectional study conducted in 2008, Campinas/SP, with 62 adults who searched for care. A questionnaire with personal, psychosocial and clinical information and the Beck’s Depression Inventory (BID) were applied. Statistics analyses were carried out. The results showed 62 subjects were between 18 and 56 years old, 75.8% women, 71,8% white and 53,2% single, all subjects worked and none of them were illiterate, 21% had university studies; they had digestive complaints and headache (32.2%) and reported problems at work (12.9%) and alcohol and drug abuse in the family (17.7%). According to BID, 21% of the subjects were depressed. The test showed correlations for smoking (p=0.021), insomnia (p=0.005), economic problems (p<0.000). We concluded that compared to unsuspected samples, symptoms were high, but in accordance to disease-related depression.

 

RESUMEN

La depresión es una enfermedad con pérdidas personales y sociales. El objetivo fue evaluar indicadores clínicos y contextuales relacionados a la presencia de síntomas depresivos entre usuarios de servicios de turno nocturno, en una unidad de emergencia. Estudio descriptivo, exploratorio y transversal, realizado en 2008, Campinas/SP-Brasil, con 62 adultos en atendimiento nocturno. Se aplicó un cuestionario de identificación, contextualización e informaciones clínicas, asi como el Inventario de Depresión de Beck. Se realizó análisis estadístico. Los resultados indicaron 62 sujetos entre 18 y 56 años, 75,8% mujeres, 71,8% blancas y 53,2% solteros, todos trabajando, ninguno analfabeto, 21% con educación superior; tenían problemas digestivos y dolor de cabeza (32,2%) y reportaron problemas en el trabajo (12,9%) y abuso de alcohol y drogas en la familia (17,7%). Se registró depresión en 21% de los sujetos. Se encontró relación significativa con el tabaquismo (p=0,021), insomnio (p=0,005) y problemas económicos (p<0,000). La conclusión es que, si comparados a muestras insospechadas, los síntomas estaban aumentados, pero en acuerdo con la depresión asociada a enfermedades clínicas.


Palavras-chave


Depressão; urgências; assistência noturna; enfermagem [Depression; emergencies; night shift; nursing] [Depresión; urgencias médicas; turno nocturno; enfermería]

Texto completo:

PDF(por) HTML(eng)