Intervenção educativa: implementação da agência de autocuidado e aderencia terapêutica na perspectiva do paciente diabético [Educational intervention: implementation of self-care agency and adherence therapy from the perspective of diabetic patients]

Nohemi Selene Alarcón Luna, Mercedes Rizo Baeza, Ernesto Cortés Castell, Francisco Cadena Santos, Helena Leal David, María Magdalena Alonso Castillo

Resumo


Orem define autocuidado como uma função reguladora do homem, que as pessoas implementam por si próprias para manter sua vida, saúde, desenvolvimento e bem-estar. Objetivo: identificar se a perspectiva que o paciente possui acerca do diabetes, após participar de uma intervenção educativa, influi na aplicação das recomendações da agência de autocuidado e aderência terapêutica. Estudo descritivo, quase-experimental, com triangulação metodológica. Amostra de 200 pacientes, distribuídos em grupo: intervenção e controle. A intervenção educativa, realizada em 2012, ocorreu em 12 sessões e grupos focais para entrevistas. Resultados: dados sociodemográficos homogêneos; índice de autocuidado e aderência ao tratamento sem diferenças significativas inicialmente;médias e medianas mais altas no grupo de intervenção, na agência de autocuidado; e aderência terapêutica, após intervenção. Em conclusão, houve mudança na atitude para conservar o bem-estar dos participantes, aumento da responsabilidade sobre sua saúde, geração de novo conhecimentode nutrição e mudança de atitudena ingestão de medicamentos.

 

ABSTRACT

Orem defines self-care as a regulatory function of man that people deliberately made for them to maintain life, health, development and wellbeing. Objective: to identify whether the perspective of the patient has about diabetes after participating in an educational intervention influences the implementation of recommendations and adherence to selfcare. A descriptive, quasi-experimental methodological triangulation.Sample of 200 patients, divided into intervention and control group. Educational intervention of 12 sessions and focus groups to interviews, was happened in 2012. Results: demographic homogeneous,index of self-care and adherence to treatment no significant differences initially,means and medians higher in the intervention group self-care agency and post-treatment adherence intervention. In conclusion, there were changing attitudes to preserve the welfare of the participants, increased health responsibility, generation of new knowledge in nutrition and attitude change in the intake of medicines.

 

RESUMEN

Orem define el autocuidado como una función reguladora del hombre, que las personas realizan deliberadamente por si solas para mantener su vida, salud, desarrollo y bienestar.Objetivo: identificar si la perspectiva que el paciente tiene de la diabetes, después de participar en una intervención educativa, influye en la implementación de recomendaciones de autocuidado y adherencia terapéutica.Estudio descriptivo, cuasi-experimental con triangulación metodológica. Muestra de 200 pacientes, distribuidos en grupo intervención y control. Intervención educativa de 12 sesiones y grupos focales para entrevistas, realizada en 2012. Resultados: datos sociodemográficos homogéneos,índice de autocuidado y apego al tratamiento sin diferencias significativas inicialmente,medias y medianas más altas en el grupo de intervención en la agencia de autocuidado; y apego al tratamiento post-intervención. En conclusión, hubo cambio de actitud para conservar el bienestar de los participantes, aumento en la responsabilidad en salud, generación de nuevo conocimiento en nutrición y cambio de actitud en la ingesta de los medicamentos.


Palavras-chave


Autocuidado; aderência terapêutica; diabetes; intervenção educativa [Self-care; therapeutic adherence; diabetes; educational intervention] [Autocuidado; adherencia terapéutica; diabetes; intervención educativa]

Texto completo:

PDF(POR) HTML(ENG)