Sistematização da assistência de enfermagem: dificuldades evidenciadas pela teoria fundamentada nos dados [Systematization nursing care: difficulties highlighted by the grounded theory]

Ana Lúcia de Medeiros, Sérgio Ribeiro dos Santos, Rômulo Wanderley de Lima Cabral

Resumo


Muitos problemas são encontrados na implementação da sistematização da assistência de enfermagem (SAE), repercutindo na qualidade do atendimento prestado. O estudo objetivou investigar os fatores que dificultam a operacionalização da SAE no serviço de obstetrícia. Trata-se de uma pesquisa qualitativa na perspectiva da Teoria Fundamentada nos Dados, realizada em 2011, através de entrevista aberta, com 13 enfermeiros de uma maternidade pública do município de João Pessoa, Paraíba. A análise dos dados apontou fatores que dificultam a operacionalização da SAE e caminhos para maior adesão e êxito através da aplicação do processo de enfermagem. Os enfermeiros expressaram a dimensão do conhecimento da SAE vivenciada na prática e suas expectativas quanto ao contexto sócio-organizacional onde estão inseridos. Conclui-se que as dificuldades enfrentadas pelos enfermeiros na operacionalização da SAE são diversas, destacando-se o número reduzido de profissionais, a sobrecarga do trabalho e o desconhecimento do funcionamento do processo pelo enfermeiro.

 

ABSTRACT

Many problems are encountered in the implementation of the Systematization of Nursing (SAE), reflecting on the quality of care provided. The study aims to investigate the factors that hinder the operation of SAE in the obstetrics service. This is a qualitative study from the perspective of Grounded Theory, held in 2011, through open interviews with 13 nurses from a public hospital of the city of João Pessoa, Paraíba. Data analysis showed that factors hinder the operation of SAE and ways to better adherence and success through the application of the nursing process. Nurses expressed the knowledge dimension of SAE experienced in practice and their expectations of the socio-organizational context in which they exist. We conclude that the difficulties faced by nurses in the operation of SAE are diverse, highlighting: the small number of professionals, work overload and lack of operation of the process by the nurse.

 

RESUMEN

Muchos problemas son encontrados en la implementación de la sistematización de la asistencia de enfermería (SAE), lo que refleja en la calidad de la atención prestada. El estudio tuvo como objetivo investigar los factores que dificultan el funcionamiento de la SAE en el servicio de obstetricia. Se trata de un estudio cualitativo desde la perspectiva de la Teoría Fundamentada em los datos, celebrado en 2011, a través de entrevista abierta con 13 enfermeros de un hospital público de la ciudad de João Pessoa, Paraíba-Brasil. El análisis de los datos demostró factores que dificultan el funcionamiento de la SAE y maneras de mejorar La adherencia y el éxito a través de la aplicación del proceso de enfermería. Los enfermeros expresaron la dimensión del conocimiento de la SAE experimentada en la práctica y sus expectativas sobre el contexto socio-organizativo donde están insertos. Se concluye que las dificultades enfrentadas por los enfermeros en el funcionamiento de la SAE son diversas, destacándose el reducido número de profesionales, la sobrecarga de trabajo y falta de conocimiento del proceso por el enfermero.


Palavras-chave


Enfermeiro; processo de enfermagem; assistência de enfermagem; condições de trabalho [Nurse; nursing process; nursing care; working conditions] [Enfermero; proceso de enfermería; atención de enfermería; condiciones de trabajo]

Texto completo:

PDF(Por) HTML(Eng)


Direitos autorais 2013 Ana Lúcia de Medeiros, Sérgio Ribeiro dos Santos, Rômulo Wanderley de Lima Cabral

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.