Avaliação das práticas seguras em hospital público do nordeste brasileiro [Evaluation of safe practices in a public hospital in the northeast of Brazil] [Evaluación de prácticas seguras en un hospital público en el noreste de Brasil]

Ana Cláudia de Brito Passos, Isabel Bento de Castro, Mirian Parente Monteiro, Marta Maria de França Fonteles, Djanilson Barbosa dos Santos

Resumo


Objetivo: avaliar instituição hospitalar quanto à implantação das práticas seguras. Método: estudo descritivo e observacional, realizado em 2019, em hospital público do nordeste do Brasil. Utilizou-se o questionário Avaliação da Gestão de Riscos Assistenciais em Serviços de Saúde (AGRASS), com 40 itens, e roteiro para a observação não participante. Amostra foi constituída por um gestor de risco, três farmacêuticos, quatro enfermeiros, nove técnicos de enfermagem e dois de farmácia. Resultados: na avaliação do grau de implantação da gestão de riscos, foi obtido um total de 22 itens com respostas positivas, indicando a completa adesão desta prática em mais de 50%. Na observação de campo, encontraram-se fragilidades na maioria dos achados, destacando-se a higienização das mãos e prescrição, uso e administração de medicamentos. Conclusão: as potencialidades e fragilidades referentes às práticas observadas exigem ações educativas contínuas e melhoria da gestão de riscos para alcance pleno da cultura de segurança.

ABSTRACT

Objective: to evaluate a hospital institution regarding the implementation of safe practices. Method: descriptive and observational study, conducted in 2019, in a public hospital in northeastern Brazil. A 40-item Health Care Risk Management Assessment (AGRASS) questionnaire was used and a script for non-participant observation. Sample consisted of one risk manager, three pharmacists, four nurses, nine nursing technicians and two pharmacy technicians. Results: in the assessment of the degree of implementation of risk management, a total of 22 items with positive answers were obtained, indicating the complete adherence of this practice by more than 50%. In the field observation, weaknesses were found in most findings, especially hand hygiene and prescription, use and administration of medications. Conclusion: the potentialities and weaknesses regarding the observed practices require continuous educational actions and improvement of risk management to fully reach the safety culture.

RESUMEN

Objetivo: evaluar una institución hospitalaria con respecto a la implementación de prácticas seguras. Método: estudio descriptivo y observacional, realizado en 2019, en un hospital público del noreste de Brasil. Se utilizó un cuestionario de evaluación de gestión de riesgos de atención médica (AGRASS) de 40 ítems y un guión para la observación no participante. La muestra consistió en un gerente de riesgos, tres farmacéuticos, cuatro enfermeras, nueve técnicos de enfermería y dos técnicos de farmacia. Resultados: en la evaluación del grado de implementación de la gestión de riesgos, se obtuvieron un total de 22 ítems con respuestas positivas, lo que indica la adherencia completa de esta práctica en más del 50%. En la observación de campo, se encontraron debilidades en la mayoría de los hallazgos, especialmente la higiene de manos y la prescripción, el uso y la administración de medicamentos. Conclusión: las potencialidades y debilidades con respecto a las prácticas observadas requieren acciones educativas continuas y la mejora de la gestión de riesgos para alcanzar plenamente la cultura de seguridad.


Palavras-chave


segurança do paciente; gestão da segurança; assistência à saúde; gestão de riscos

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2019.44321