Percepção dos profissionais da rede de serviços sobre o enfrentamento da violência contra a mulher

Nadirlene Pereira Gomes, Aiara Nascimento Amaral Bomfim, Normélia Maria Freire Diniz, Simone Santos Souza, Telmara Menezes Couto

Resumo


A violência contra a mulher constitui um sério problema de saúde pública. Estudo qualitativo com o objetivo de identificar, na percepção de profissionais da rede de serviços, elementos que contribuem para o enfrentamento da violência contra a mulher. Em 2010, realizou-se entrevista, a partir de um formulário semiestruturado, com profissionais de 17 serviços em Salvador-BA. Na percepção dos profissionais entrevistados, o enfrentamento da violência contra a mulher perpassa pela articulação do serviço com outros a fim de garantir o atendimento às diversas demandas da mulher; pela dinâmica de trabalho institucional com recursos humanos conhecedores de outros serviços e do papel da rede, e não sobrecarregados, o que viabiliza o processo de comunicação intersetorial para o delineamento da rede; e o suporte financeiro para as mulheres. É notória a importância da rede de serviços a fim de empoderar as mulheres para o enfrentamento da violência.

ABSTRACT: Violence against women is a serious public health problem. This qualitative study aimed to identify, in the perceptions of personnel in the service network, elements that contribute to addressing violence against women. Personnel from 17 services in Salvador-Bahia were interviewed in 2010 using a semi-structured script. In the respondents’ perceptions, addressing violence against women hinges on: liaison with other services to ensure that women’s diverse demands are met; an institutional work dynamics with human resources that understand the other services and the network’s role, and are not overloaded, thus allowing inter-sector communication to design the network; and financial support for women. These results underline the importance of networked services to empower women to combat violence.

RESUMEN: La violencia contra la mujer constituye un problema serio de salud pública. Estudio cualitativo con el objetivo de identificar elementos que contribuyen para el enfrentamiento de la violencia contra la mujer. En 2010, se realizó entrevista, a partir de un formulario semiestructurado con profesionales de 17 servicios en Salvador-Bahía-Brasil. En la percepción de los encuestados, el enfrentamiento de la violencia contra la mujer trasciende el servicio conjunto con otros para garantizar el cumplimiento de las diversas demandas de la mujer. La dinámica de trabajo institucional con los expertos en recursos humanos de otros servicios y el papel de la red que no estén sobrecargados, lo que permite el proceso de comunicación intersectorial para el diseño de la red, y el apoyo financiero para las mujeres. Estos resultados enfatizan la importancia de los servicios de red para empoderar a las mujeres.

Palavras-chave


Violência contra a mulher; violência doméstica; ação intersetorial; saúde da mulher

Texto completo:

PDF