O poder em Foucault e precarização do trabalho em enfermagem [Power under Foucault's perspective and precariousness of nursing work] [El poder en Foucault y precarización del trabajo de enfermería]

Eugenio Fuentes Pérez Júnior, Helena Maria Scherlowski Leal Davi, Cristiane Helena Gallasch

Resumo


Objetivo: refletir sobre a precarização do trabalho de enfermagem, tomando como referencial a perspectiva filosófica de Michael Foucault e suas concepções acerca das relações de poder. Conteúdo: trata-se de estudo reflexivo desenvolvido a partir dos resultados de estudo sobre o conhecimento da enfermagem acerca da precarização do trabalho, estabelecendo-se uma reflexão sob a ótica do pensamento de Foucault no que tange aos conceitos de poder e disciplina. Verifica-se que a falta de regulamentação no nível do macro poder estatal permite que as instituições, isoladamente, determinem padrões a partir dos quais criam regras e disciplinas que controlam as relações de trabalho e o mercado de trabalho. Para tal ação, utilizam o poder como ferramenta de alienação e dominação dos trabalhadores. Considerações finais: é necessário realizar e aprofundar discussões sobre construção e vivência das relações de poder que são determinantes na manutenção da precarização do trabalho de enfermagem de modo a melhorar suas condições de trabalho.

ABSTRACT

Objective: to reflect on the precariousness of nursing work, taking as reference the philosophical perspective of Michael Foucault and his conceptions about power relations. Content: it is a reflexive study developed from the results of a study on the knowledge of nursing about the precariousness of work, stablishing a reflection from the perspective of Foucault's thinking regarding the concepts of power and discipline. The lack of regulation at the macro state power level enables institutions, in isolation, to set standards by which they create rules and disciplines that control labor relations and the labor market. For such action, they use power as a tool for alienation and domination over workers. Final considerations: it is necessary to promote and deepen discussions about the construction and experience of power relations that are crucial for maintaining the precariousness of nursing work, in order to improve its work conditions.

RESUMEN

Objetivo: reflexionar sobre la precarización del trabajo de enfermería, tomando como referencia la perspectiva filosófica de Michael Foucault y sus concepciones acerca de las relaciones de poder. Contenido: estudio reflexivo desarrollado a partir de los resultados de un estudio sobre el conocimiento de la enfermería sobre la precariedad del trabajo, estableciendo una reflexión desde la perspectiva de Foucault sobre los conceptos de poder y disciplina. La falta de regulación en el nivel de poder del estado macro permite a las instituciones, de forma aislada, establecer estándares mediante los cuales crean reglas y disciplinas que controlan las relaciones laborales y el mercado laboral. Para tal acción, usan el poder como una herramienta de alienación y dominio sobre los trabajadores. Consideraciones finales: es necesario conducir y profundizar discusiones sobre la construcción y experiencia de las relaciones de poder que son cruciales para mantener la precariedad del trabajo de enfermería a fin de mejorar sus condiciones de trabajo.


Palavras-chave


Enfermagem; Filosofia em enfermagem; Trabalho; Condições de trabalho; Capitalismo

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2019.38527

Direitos autorais 2019 Eugenio Fuentes Pérez Júnior, Helena Maria Scherlowski Leal Davi, Cristiane Helena Gallasch

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.