Consulta ginecológica e a relação profissional-cliente: perspectiva de usuárias [The gynecological appointment and health professional-client relations: the users’ perspective]

Carla Marins Silva, Bárbara Vilela Nazário da Silva, Daniela Soares de Oliveira, Vanessa Silva de Oliveira, Octavio Muniz da Costa Vargens

Resumo


Objetivo: descrever a perspectiva de mulheres sobre a consulta ginecológica a partir da relação profissional-cliente. Método: estudo descritivo, qualitativo, realizado em um campus universitário no Rio de Janeiro, entre julho e setembro/2014. Foram entrevistadas 11 mulheres que frequentam esse campus. Para sistematização dos dados seguiu-se os pressupostos da análise conteúdo temática. Resultados: foram encontradas duas categorias: Percebendo a atitude do profissional como prescritiva e hierarquizada, que evidencia um caráter prescritivo, autoritário e hierárquico por parte do profissional com o olhar voltado somente para sintomas físicos e carência de informações pelas mulheres; e Percebendo o distanciamento do profissional, que evidencia pouco contato visual, mobiliário como barreira, consultas rápidas e impessoais nas quais não há possibilidade de formação de vínculo. Conclusão: as mulheres estão insatisfeitas com a relação profissional-cliente na consulta ginecológica. Assim, é primordial a adoção de estratégias que visem à humanização.

ABSTRACT

Objective: to describe women’s perspective on the gynecological appointment and the health personnel-client relationship. Method: this qualitative, descriptive study was conducted on a university campus in Rio de Janeiro from July to September/2014. The participants were 11 women attending the campus. Data were systematized on the assumptions of thematic content analysis. Results: two categories were found: Perceiving the professional’s attitude as prescriptive and hierarchical, which evidenced a prescriptive and hierarchical quality in the professionals who look only for physical symptoms and a lack of information on the part of the women; and Perceiving the professional’s remoteness, where there is little eye contact, furniture is a barrier, appointments are brief and impersonal, and there is no chance of bonding. Conclusion: women are dissatisfied with the health personnel-client relationship in the gynecological appointment. Accordingly, it is essential to pursue strategies designed to humanize gynecological care.

RESUMEN

Objetivo: describir la perspectiva de mujeres sobre la consulta ginecológica desde el punto de vista de la relación profesional-cliente. Método: estudio descriptivo, cualitativo, desarrollado en una universidad de Río de Janeiro, de julio a septiembre/2014. Fueron entrevistadas 11 mujeres que acuden a esa universidad. Para la sistematización de los datos, se siguieron los supuestos del contenido temático. Resultados: se encontraron dos categorías: percibiendo la actitud del profesional como prescriptiva e jerarquizada, lo que demuestra un carácter prescriptivo, autoritario  y jerárquico por parte del profesional con la mirada hacia síntomas físicos y la falta de información por parte de las mujeres; y percibiendo la distancia profesional que muestra poco contacto visual, donde los muebles son una barrera, las consultas son rápidas e impersonales sin posibilidad de formar  enlaces. Conclusión: las mujeres no están satisfechas con la relación profesional-cliente en la consulta ginecológica. Por lo tanto, es importante adoptar estrategias dirigidas a la humanización.


Palavras-chave


Enfermagem; saúde da mulher; ginecologia; medicalização.

Texto completo:

PDF(POR)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2016.23671