Humanização da assistência médica e de enfermagem ao paciente noperioperatório em um hospital universitário [Humanization of medical and nursing assistance to perioperative patient at auniversity hospital]

Andréia Cristina Barbosa, Fábio de Souza Terra, João Batista Vieira de Carvalho

Resumo


O paciente cirúrgico vive momentos de medo e angústias, que podem ser sanados com uma assistência humanizadae individualizada. Os objetivos foram identificar os sentimentos vividos no período perioperatório, verificar a existência dasorientações pré-operatórias e a satisfação dos pacientes quanto à assistência prestada. Realizou-se estudo descritivo, medianteo método estatístico. A população foi constituída por 100 pacientes com idade acima de 18 anos, de ambos os sexos. A coletados dados aconteceu em um hospital universitário do sul de Minas Gerais, de fevereiro a julho de 2007, através da aplicaçãode um questionário adaptado com questões abertas e fechadas. Os resultados revelaram que, no período pré-operatório,68% dos entrevistados apresentaram sentimentos de medo, e 32% não receberam nenhuma orientação. Quanto à assistênciaprestada, 17% apresentaram queixas. Os dados mostraram que há necessidade de melhoria das ações e de atitudes voltadaspara a humanização da assistência ao cliente durante a hospitalização.

 

ABSTRACT

The surgical patient undergoes moments of fear and anxiety, which can be overcome with humanized and individualizedassistance. This study aimed at identifying feelings experienced in the perioperative period, preoperative directions,and patients’ satisfaction regarding the care provided. This is a descriptive study on the basis of the statistic method.Population consisted of 100 patients of both sexes, aged over 18 years old. Data was collected through the application of anadapted questionnaire with open and closed questions. It took place at a university hospital in southern Minas Gerais, Brazil,from February to July, 2007. Results showed that in the preoperative period 68% of respondents experienced fear, and 32%of patients received no directions. As for assistance 17% had complaints. Data showed there is need for improvement actionsand attitudes aimed at humanizing assistance to the client during hospitalization.

 

RESUMEN

El paciente quirúrgico vive momentos de miedo y ansiedad, que pueden ser remediados con una asistencia humanizadae individualizada. Los objetivos fueron identificar los sentimientos experimentados en el período perioperatorio,verificar la existencia de orientaciones preoperatorias y la satisfacción de los pacientes en relación a la atención recibida. Setrata de un estudio descriptivo mediante el método estadístico. La población estuvo constituida por 100 pacientes de más de18 años, de ambos sexos. La recolección de datos se llevó a cabo en un hospital universitario en el sur de Minas Gerais-Brasil,de febrero a julio de 2007, a través de la aplicación de un cuestionario adaptado con preguntas abiertas y cerradas. Los resultadosrevelaron que en el preoperatorio, 68% de los encuestados tenían sentimientos de miedo, y 32% de los pacientes norecibieron ninguna orientación. Cuanto a la asistencia prestada, 17% tenían quejas. Los datos mostraron que existe la necesidadde acciones de mejora y actitudes dirigidas para la humanización de la asistencia al cliente durante la hospitalización.

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2014.2605


Palavras-chave


Cirurgia; orientação; humanização; hospitalização [Surgery; directions; humanization; hospitalization] [Cirugía; orientación; humanización; hospitalización]

Texto completo:

PDF(por) HTML(eng)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2014.16460