Meias elásticas de compressão: estratégia para promoção da saúde de enfermeiros emergencistas [Compression hosiery: strategies for health promotion of emergency nurses]

Ronilson Gonçalves Rocha, Priscila de Castro Handem, Nébia Maria Almeida de Figueiredo, Iraci dos Santos, Denilson Campos de Albuquerque

Resumo


Buscou-se verificar se profissionais de enfermagem usam meias de compressão elásticas (MCE), visando à proteção e promoção da saúde; identificar o que leva esses profissionais a usarem ou não MCE; discutir os achados e suas implicações para a saúde desses trabalhadores. Estudo descritivo-exploratório, quantitativo, realizado em unidade de emergência do Rio de Janeiro - Brasil, entre abril de 2012 e outubro de 2013. Participaram 40 sujeitos, entre enfermeiros e técnicos de enfermagem. Os resultados indicaram que 20% usam MCE, 12,5% dos quais o fazem conforme o preconizado em literatura. Emergiu a categoria temática ‘Cuidam e esquecem de se cuidar - o desconhecimento dos benefícios do uso de MCE’. Os sujeitos justificam o não uso de MCE por considerarem o seu alto custo e o desconhecimento dos seus benefícios, apontado pela maioria dos profissionais. Concluiu-se que os elevados custos associados ao desconhecimento desses recursos determinam a não utilização das MCE.

 

ABSTRACT

Objectives were [1] to assess the use of compression hosiery by nurses for health protection and promotion; [2] to identify whether or not and why or why not those professionals wear compression hosiery; and [3] to discuss the implications of the findings to the health of those professionals. This is a descriptive exploratory study on the basis of a quantitative method, developed in an emergency unit of Rio de Janeiro, RJ, Brazil, from April, 2012 to October, 2013. It included 40 subjects, includ­ing nurses and nursing staff and the results indicated that only 20% of the population in the study wear compression hosiery and only 12.5% of those follow literature for hosiery wear. High product cost accounted for not wearing compression hosiery. An analysis category emerged ‘Care and forget to take self-care - ignoring benefits of use of compression hosiery’. Subjects explained non-use on the basis of their high cost as well as for ignoring benefits, acknowledged by most professionals. Conclusions show that both high cost and ignorance of effects of compression hosiery wear determine non-use by those professionals.

RESUMEN

Se buscó verificar se profesionales de enfermería usan medias elásticas de compresión (MCE), mirando a la protecejón y promoción de la salud; Identificar lo que lleva eses profesionales a usar o no MCE; Discutir los hallazgos y sus implicaciones para la salud de eses trabajadores. Estudio descriptivo-exploratorio, cuantitativo, hecho em unidad de emergência de Rio de Janeiro – Brasil, entre abril de 2012 y octubre de 2013. Participaron 40 sujetos, entre enfermeros y técnicos de enfermería. Los resultados indicaron que 20% usan MCE, 12,5 de los cuales lo hacen según es preconizado em literatura. Emergió la categoría temática. Cuidan y olvidan de cuidarse – el desconocimiento de los benefícios del uso de MCE. Los sujetos justifican no usar MCE por considerar su alto costo y por desconocer sus benefícios, todo eso apuntado por la mayoría de los professionales. Se concluyó que el costo elevado asociado al desconocimiento de esos recursos determinan la no utilización de las MCE.


Palavras-chave


Assistência de enfermagem; saúde do trabalhador; promoção da saúde; autocuidado [Nursing care; occupational health; health promotion; self-care] [Asistencia de enfermería; salud del trabajador; promoción de la salud; autocuidado]

Texto completo:

PDF(Por) HTML(Eng)