As condições de trabalho e o mundo da vida de motoristas de ônibus: estudo fenomenológico [The working conditions and the lifeworld of bus drivers: phenomenological study]

Vanessa Carine Gil de Alcantara, Rose Mary Rosa Costa Andrade Silva, Eliane Ramos Pereira

Resumo


Objetivo: descrever as percepções de motoristas de ônibus no leste do Estado do Rio de Janeiro quanto às possíveis melhorias para a condição do trabalho. Método: estudo qualitativo, descritivo, realizado entre em 2014, com 16 motoristas de ônibus, utilizando-se a técnica de entrevista semiestruturada. A análise das unidades de significados foi subsidiada pela fenomenologia de Merleau-Ponty. A pesquisa obteve aprovação no Comitê de Ética e Pesquisa (CAAE nº 19593513.2.0000.5243). Resultados: os motoristas destacam o relacionamento interpessoal como fator importante para ter um bom dia de trabalho. A percepção do seu mundo da vida se dá a partir de suas condições sócio-históricas, existenciais. Também estão ligadas às condições econômicas e de subsistência relativas ao trabalho e renda. Conclusão: considerar a percepção do motorista significa valoriza-lo não apenas como profissional, mas também como parte principal para o serviço e ser protagonista em seu mundo da vida.

ABSTRACT

Objective: to describe the perceptions of bus drivers in the east of Rio de Janeiro, Brazil, about possible improvements to their work condition. Method: qualitative, descriptive study conducted in 2014, with 16 bus drivers, using a semi-structured interview technique. Data analysis was carried out by meaning units supported by the Merleau-Ponty’s phenomenology. The study was approved by the Ethics and Research Committee (CAAE No 19593513.2.0000.5243). Results: drivers highlight the interpersonal relationship as an important factor to have a good working day. Their perception of their lifeworld is given from their socio-historical, existential conditions. They are also linked to economic and livelihood on working and income. Conclusion: to take the driver’s perception under consideration means to value them not only as a professional but also as the main part for the service as well as to see them as protagonists in their lifeworld.

RESUMEN

Objetivo: describir las percepciones de los conductores de autobuses en Río de Janeiro, Brasil, sobre posibles mejoras a su condición de trabajo. Método: estudio cualitativo y descriptivo realizado en 2014, con 16 conductores de autobuses, mediante técnica de entrevista semi-estructurada. El análisis de los datos se llevó a cabo mediante unidades de significado apoyadas por la fenomenología de Merleau-Ponty. El estudio fue aprobado por el Comité de Ética e Investigación (CAAE 19593513.2.0000.5243). Resultados: los conductores destacan la relación interpersonal como un factor importante para tener un buen día de trabajo y su percepción de su mundo de vida se da a partir de sus condiciones socio-históricas, existenciales. También están relacionados con la economía y los medios de vida sobre el trabajo y los ingresos. Conclusión: considerar la percepción del conductor significa valorarlos no sólo como profesionales, sino también como la parte principal del servicio, así como para verlos como protagonistas en su mundo de vida.


 


Palavras-chave


Estresse; condições de trabalho; percepção; saúde.

Texto completo:

PDF(POR) HTML(eng)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2016.12514