Educação permanente em saúde no contexto do trabalho da enfermeira [Continuing professional development in health for working nurses]

Norma Carapiá Fagundes, Anna Gabriella Carvalho Rangel, Taize Muritiba Carneiro, Lívia Magalhães Costa Castro, Bárbara dos Santos Gomes

Resumo


Introdução: A educação permanente em saúde tem significado especial no trabalho da enfermeira, profissional que tem se ocupado diretamente das ações educativas na saúde. Objetivo: analisar como se processa a educação permanente em saúde no contexto do trabalho da enfermeira. Método: Estudo qualitativo, com coleta de informações em bases de dados e em grupos de discussão realizados entre março de 2010 e março de 2013, em Salvador e em eventos nacionais da categoria, com enfermeiras e especialistas em educação permanente. Total de 63 participantes. Resultados: os achados ratificam que enfermeiras são as profissionais que mais tomam iniciativas de educação permanente nos serviços de saúde, apontam essa modalidade da educação como estratégia propulsora da gestão participativa, cujas ações mais bem-sucedidas partem da realidade dos trabalhadores e dos usuários. Conclusão: existe necessidade de investimento na formação das enfermeiras para melhor implementar a educação permanente em saúde.

 

ABSTRACT

Introduction: Continuing professional development in health care is especially meaningful in the work of nurses, who are directly engaged in health education activities. Objective: to examine how in-service CPD for nurses is conducted. Method: this exploratory, qualitative study collected information from databases and in discussion groups held between March 2010 and March 2013 in Salvador and at national nursing events, The participants were 63 nurses and CPD specialists. Results: the findings confirm that nurses take more in-service CPD initiatives than any other profession and point to this mode of education as a strategy for fostering participatory management, in which the most successful actions arise from the realities of workers’ and users’ situations. Conclusion: There is thus a need to invest in training nurses to implement CPD better.

 

RESUMEN

Introdución: La educación permanente en salud posee especial significado en el trabajo de la enfermera que se ha ocupado directamente de las acciones educadoras en salud. Objetivo: analizar cómo se procesa la educación permanente en salud dentro del contexto del trabajo de la enfermera. Método: Estudio exploratorio, cualitativo, cuyos datos se recolectaron en bases de datos y en grupos de discusión entre marzo de 2010 y marzo de 2013, en la ciudad de Salvador, y en eventos nacionales de la categoría, con enfermeras y expertos en educación permanente. Total de 63 participantes. Resultados: Los hallazgos ratifican que las enfermeras son las profesionales que más toman iniciativas de educación permanente en los servicios de salud, apuntan esa modalidad de la educación como estrategia propulsora de gestión participativa, cuyas acciones más exitosas emergen de la realidad de los trabajadores y los usuarios. Conclusión: se necesita inversión en la formación  de las enfermeras para mejor implementar la educación permanente en salud.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2016.11349


Palavras-chave


Educação continuada; enfermeira; capacitação em serviço, serviços de saúde [Continuing professional development; nurse; in-service training, health services]

Texto completo:

PDF(por) HTML(eng)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2016.11349