DO IMPRESSO AO DIGITAL: REFLEXÕES ACERCA DE RECURSOS PEDAGÓGICOS NUMA ESCOLA VULNERÁVEL

Sabrine Lino Pinto, Aline Silva Dejosi Nery, Sônia Cristina Vermelho

Resumo


Este trabalho apresenta reflexões em formas e normas de convivência promovidas pela escola no que diz respeito à utilização da biblioteca como espaço de articulação dos conteúdos trabalhados em sala de aula do ensino fundamental e da rede social Facebook como ferramenta pedagógica para as aulas de ciências, ambas visando à promoção de experiências educativas para a construção do conhecimento científico num contexto de vulnerabilidade social. Caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa, no modo participante, apresentando resultados de um questionário realizado com os alunos, cujo objetivo foi obter respostas quanto ao uso da internet e da rede social e seu interesse com a aprendizagem de ciências, bem como seus hábitos de leitura e do uso da biblioteca escolar. Os resultados  obtidos permitiram sintetizar que a biblioteca se apresenta como um local de excelência dentro da escola, seja para estudar, como local de ação cultural ou espaço potencial para os professores utilizarem em suas práticas pedagógicas. E, quanto à internet, foi apurado que um número significativo de alunos faz uso, levando-nos à criação de uma página no Facebook, a qual já conta com 35 alunos interessados e que participam por meio de visualizações, comentários e curtidas nas postagens relacionadas as ciências.


Palavras-chave


biblioteca escolar, ensino de ciências, Facebook, vulnerável

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.49852


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: