OFICINAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA: CONTRIBUIÇÕES A PARTIR DO PIBID

Luiz Felipe Marques, Márcia Marlene Stentzler

Resumo


Analisamos a formação inicial do licenciando em história e cultura afro-brasileira no Ensino Fundamental e Médio por meio de oficinas realizadas pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), para a formação de professores para a educação básica. Nossas fontes são documentos, relatórios e registros de atividades didáticas do subprojeto de História da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Paranavaí (2015 - 2018). As oficinas foram pautadas na temática da cultura afro-brasileira e africana, Lei nº 10.639/03 e desenvolvidas em cinco escolas estaduais de Paranavaí (PR). Temos como base teórica Anastasiou e Alves (2009), Castilhos (2019), Le Goff (1990; 2003), Silva (2010), Thompson (1981; 1987), LDB/1996. Os resultados indicam oficinas com potencial para ressignificação didático-metodológica para o ensino de história e da cultura afro-brasileira[1]no Ensino Fundamental e Médio.

[1] Este estudo faz parte de pesquisa de mestrado sob registro no Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade, CAAE nº 20183319.1.0000.9247.


Palavras-chave


PIBID; Oficinas Pedagógicas; Ensino Fundamental e Médio; Ensino de História; Cultura afro-brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2019.46577


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: