O TRABALHO E A EDUCAÇÃO NO EPICENTRO DO FURACÃO: A PRECARIZAÇÃO IMPIEDOSA CONTINUA

João Camilo Sevilla

Resumo


O presente trabalho visa ao alargamento das discussões acerca da função social encarnada pela educação e pelo trabalho na sociedade contemporânea. É imperioso um olhar mais pormenorizado a respeito do panorama em que a população – sobretudo a brasileira – se vê mergulhada. As recentes disputas no seio da política nacional revelam um objeto precioso para desvendar, explicar e, principalmente, buscar a compreensão do caos deflagrado pelas discutíveis reformas cujos desdobramentos não apontam um horizonte alentador. A relação entre trabalho e educação é, inegavelmente, um ativo importante para reflexão do cenário profundamente enfermo ao qual a população assiste cada vez mais ‘conformada’. Este trabalho lançar-se-á em busca de um ponto de inflexão em relação à fragilidade, alienação e precarização de que são vítimas os conceitos concernentes ao trabalho e à educação, uma vez que ambos se veem gradativamente asfixiados pela lógica dominante do capital.


Palavras-chave


trabalho; educação; sociedade; capital; precarização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.46495

Direitos autorais 2021 João Camilo Sevilla


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: