FORMAÇÃO DOCENTE NUM CONTEXTO DE INCLUSÃO ESCOLAR: “ALTERIDADE: EU NO LUGAR DO OUTRO”

Adriana Martins Modesto Teixeira, Marcia Marin Vianna

Resumo


O presente artigo tem como objetivo relatar uma experiência através de uma proposta de intervenção pedagógica realizada em uma escola de educação básica, privada, do município de Itu, interior do Estado de São Paulo. A intervenção se constituiu da oferta e realização de uma oficina pedagógica para formação docente continuada, que teve por título: “Alteridade: eu no lugar do outro”, foi uma proposta de sensibilização para o corpo docente da escola, de modo a trazer o conceito de alteridade como uma vivência, para que os profissionais pudessem refletir sobre o que é uma pessoa com deficiência. Além disso, a ideia era promover a reflexão sobre como poderiam contribuir, de fato, para a inclusão de alunos com deficiência ou qualquer outra peculiaridade no seu processo de aprendizagem. Essa oficina pedagógica teve como propósito incentivar e sensibilizar os professores sobre a importância da inclusão nas instituições de ensino comum; foi dinamizada por meio de atividades prático-reflexivas que visaram à sensibilização e o despertar de um olhar diferenciado dos educadores a todos os alunos com necessidades educacionais especiais. Como resultado observou-se a inquietação do grupo de professores e um novo olhar sobre as temáticas selecionadas. Entretanto, entendemos também que não se tratou de um rompimento definitivo com algumas mentalidades que não estão de acordo com os princípios inclusivos. A oficina pode ser compreendida como geradora de reflexões e incômodos que podem despertar interesse e busca por novas perspectivas para um novo pensar e agir na docência.

Palavras-chave


educação inclusiva; formação docente; oficina pedagógica; alteridade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2020.46091


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: