O VALOR DEMOCRÁTICO DA EDUCAÇÃO NO JOVEM FLORESTAN FERNANDES

Alexandre Souza

Resumo


O artigo trata da abordagem sobre educação e democracia por Florestan Fernandes, em sua juventude. O objetivo é identificar na obra sociológica/educacional de Fernandes, a indicação da educação como um valor e sua relação com o ideal democrático dos anos de 1950. Interessa a compreensão desse ideal construído pelo autor, período de sua juventude. Época marcada por uma série de mobilizações, pela democratização da educação e da vida social do país. Tratou-se de uma pesquisa simultaneamente bibliográfica e biográfica ancorada nos textos sócio educacionais de/e sobre Florestan Fernandes e quanto ao período de 1950, no Brasil. Redescobre-se um jovem professor militante inspirado pelos acontecimentos do seu tempo, em busca de horizontes capazes de responder suas angústias, por meio da solidariedade e na possibilidade de existências de si e do outro.


Palavras-chave


educação; democracia, Florestan Fernandes

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2018.30062


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: