TRIÂNGULOS: UMA EXPERIÊNCIA UTILIZANDO A TEORIA DE VAN HIELE

Jussara Aparecida da Fonseca, José Carlos Pinto Leivas

Resumo


Este artigo apresenta a análise e a discussão de uma investigação desenvolvida com alunos do segundo semestre do curso de Licenciatura em Matemática de um Instituto Federal do sul do Brasil. Foi abordado o tema triângulos (reconhecimento, definição e classificação), tendo como objetivo examinar de que forma alunos ingressantes nesse curso identificam, definem e classificam triângulos. As atividades foram elaboradas e propostas com base no modelo de Van Hiele, especificamente se embasaram nos seus dois primeiros níveis: reconhecimento (ou visualização) e análise. Para a aplicação, seguiram-se fases de desenvolvimento: questionamento ou informação, orientação direta, explicitação, orientação livre e integração. Ao final do trabalho, concluiu-se que a maioria dos sujeitos participantes está em processo de transição do nível 1 para o nível 2, indicando a necessidade de mudanças no processo de ensino de Geometria na Educação Básica, de modo a possibilitar um efetivo desenvolvimento do pensamento geométrico, uma vez que se espera estarem nesse nível na referida etapa da escolaridade.


Palavras-chave


triângulos; Teoria de Van Hiele; ensino superior.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2018.29662


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: