CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES FUNCIONAIS DAS ERVAS AROMÁTICAS UTILIZADAS EM UM HOSPITAL ESPECIALIZADO EM CARDIOPNEUMOLOGIA

Fernanda Naomi Sakurai, Kelly Cristina Araujo Estrela, Mariane Savassi Tamayo, Mariana Otani Casseb, Miyoko Nakasato

Resumo


Uma forma de se aumentar a aceitação alimentar das refeições hospitalares seria utilizando ervas aromáticas nas preparações. Muitos compostos aromáticos têm propriedades funcionais para combater os danos ocasionados pelo estresse oxidativo no sistema cardiovascular e podem ser usados em preparações do dia a dia. O presente estudo tem como objetivo caracterizar ervas aromáticas utilizadas em um hospital especializado em cardiopneumologia, bem como seus benefícios e propriedades funcionais, com a finalidade de sugerir novas formas de aplicação em suas preparações culinárias. Realizou-se uma busca bibliográfica nas bases de dados eletrônicas SciELO, Medline e PubMed, no período de jan./2000 a jun./2015, dos condimentos e ervas disponíveis no hospital. O hospital disponibiliza as seguintes ervas aromáticas: orégano, louro, canela, cúrcuma, cravo, páprica, noz-moscada, açafrão, tomilho, coentro, manjericão, alecrim, alho, cebola, cebolinha e salsa. A cebolinha, o orégano, o açafrão-da-terra, o tomilho, o manjericão e a noz-moscada possuem poder anti-inflamatório. Já as ervas e condimentos que possuem efeito hipoglicemiante são: alho, coentro, canela, cebola, cravo, manjericão, salsa, cúrcuma e louro. Ainda, o coentro, o louro, o manjericão, a noz-moscada, o cravo, a salsa, a cúrcuma, a cebola, a canela e o alho têm se mostrado eficazes para o tratamento das dislipidemias. Além disso, o coentro também é eficaz para o tratamento de doenças pulmonares como asma e bronquite. A cebola, o alho, a páprica, a cúrcuma, a salsa e o manjericão também podem auxiliar na terapêutica da hipertensão. Conclui-se que os condimentos identificados na instituição apresentam efeitos benéficos como antioxidantes naturais no sistema cardiovascular, podendo ser uma forma viável de utilização na prevenção ou na forma adjunta da terapêutica de doenças no âmbito hospitalar.

DOI: 10.12957/demetra.2016.18170

 


Palavras-chave


Especiarias. Condimentos. Antioxidantes. Doenças cardiovasculares. Serviço Hospitalar de Nutrição.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2016.18170