Relações pedagógicas e sociais excludentes e traumáticas na escola de Ensino Fundamental: ações psicopedagógicas como medidas de Saúde e Educação

Maria Claudia Dutra Lopes Barbosa

Resumo


DOI: 10.12957/sustinere.2013.8583

O presente trabalho é parte de uma pesquisa realizada em uma escola pública do Rio de Janeiro,objetivando promover reflexões, para futuras intervenções e mudanças na concepção por partedos docentes do perfil de aluno atendido por instituição pública. Ressalta-se que tal concepçãoinfluencia práticas pedagógicas desenvolvidas na mencionada escola. A partir deste dado,buscou-se discutir o atendimento psicopedagógico oferecido àqueles que apresentam problemasde comportamento resultantes de situações familiares ou escolares adversas que produzemdificuldades de aprendizagem, consequentemente, exclusão vivenciada por eles no cotidianoescolar, fato que representa uma questão de Saúde e Educação. Quanto ao material pesquisado,este foi analisado segundo o conceito de Representações Sociais.


Palavras-chave


práticas pedagógicas; problemas de comportamento; dificuldades de aprendizagem; exclusão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2013.8583

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


   Resultado de imagem para blogger icon   

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

ISSN 2359-0424

IBI Factor: 2.2

 

A Revista SUSTINERE está indexada/cadastrada em: