Pantanal, tudo fica bem quando o fogo se apaga?

Thais Pereira Chaves, Sabrina Monteiro Souza, Antônio Carlos de Freitas

Resumo


A questão das queimadas nos Biomas brasileiros é recorrente, entanto, no Pantanal, uma queimada nessa proporção é inédita. As consequências são proporcionais a extensão das áreas queimadas, o que acarreta prejuízos para o Bioma e consequentemente, para a sua biodiversidade. Após o fim das queimadas, com o trabalho intenso dos brigadistas e voluntários e também, com a chegada das chuvas, o prejuízo não cessa. O solo perdeu boa parte da sua flora nativa; os animais que tinham mais mobilidade fugiram da área, outros não tiveram a mesma sorte e morreram queimados. Os que sobreviveram, sofrerão com a falta de alimento e abrigo. O equilíbrio ecológico foi afetado de forma significativa e a sua recuperação levará tempo. As cinzas depositadas no solo serão carreadas para a atmosfera e para os rios e lagos, alterando as suas características físicas e químicas e, mesmo aqueles animais que vivem na água, sofrerão as consequências indiretas das queimadas. Apesar da sua resiliência, será necessário o acompanhamento da recuperação do Bioma Pantanal. Este trabalho trás uma reflexão das possíveis consequências dessa queimada e também, dos desafios que serão enfrentados pelas espécies nativas deste bioma.


Palavras-chave


Educação Ambiental

Texto completo:

PDF

Referências


ANIMAIS típicos do Pantanal que você pode ajudar a salvar. Catraca Livre, [S.I] 15 de set. de 2020, às 20:04 (Atualizado: 28 de set. de 2020, às 21:51) Disponível em: Acesso em: 28 de outubro de 2020.

AVES do Pantanal: como as queimadas afetaram os ninhos das aves. Produção de @institutoararaazuloficial. Roteiro: Cláudia Gaigher. Brasília: Rede Globo, 2020. (2 min.), son., color. Disponível em:. Acesso em: 27 out. 2020.

BARBOSA L. Em meio a incêndios no Pantanal, rio Paraguai enfrenta pior seca em 50 anos.... UOL, Jundiaí, SP, 2020. Disponível em: Acesso em: 27 de outubro de 2020.

BARROSO M.; SOARES M.; GARCIA E. Pantanal: entenda as causas e consequências dos incêndios no bioma. Galileu, Editora Globo [São Paulo], 24 de set. de 2020. Disponível em: Acesso em: 27 de outubro de 2020.

BRUMATTI G. et al. Fogo no Pantanal: como animais foram afetados e o que se sabe sobre a perda da biodiversidade, 2020. Disponível em: Acesso em: 27 de outubro de 2020.

CAVALCANTI R. B. et al. - Cerrado e Pantanal, Reservas de Vida/ SCIENTIFIC AMERICAN BRASIL, 2010. Pag.: 66-71.

Disponível em: < : https://www.researchgate.net/publication/259000387> Acesso em : 27 de outubro de 2020.

GUIMARÃES, E. et al. (Org.). PANTANAL [RECURSO ELETRÔNICO]: PAISAGENS, FLORA E FAUNA – 1. ed. – São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014.

Disponível em: <: https://www.researchgate.net/publication/271764978>. Acesso: 27 de outubro de 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) - Programa Queimadas, 2020. Disponível em: Acesso em: 27 de outubro de 2020.

LEITE, E. F. (Org.). Olhares Sobre A Região De Aquidauana E Pantanal Sul Mato-Grossense. [RECURSO ELETRÔNICO] - 1 arquivo: 1,3 mb - Campo Grande, MS: Ed. UFMS, 2020. Disponível em: Acesso em: 27 de outubro de 2020.

LIVRO VERMELHO DA FAUNA BRASILEIRA AMEAÇADA DE EXTINÇÃO: VOLUME I / -- 1. ed. -- Brasília, DF: ICMBio/MMA, 2018. Disponível em: < https://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/comunicacao/publicacoes/publicacoes-diversas/livro_vermelho_2018_vol1.pdf> Acesso em: 27 de outubro de 2020.

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE (Gov.) – Pantanal, 2020. Disponível em : Acesso em: 27 de outubro de 2020.

NASCIMENTO, Paulo C. do et al. - Caracterização, classificação e gênese de solos hidromórficos em regiões litorâneas do Estado do Espírito Santo/ Universidade Vila Velha (UVV) - Científica, Jaboticabal, v.41, n.1, pg.82–93, 2013

PINHEIRO, L. Pantanal tem maior número mensal de focos de incêndios na história,2020. Disponível em: https://g1.globo.com/natureza/noticia/2020/09/24/pantanal-tem-maior-numero-mensal-de-focos-de-incendios-na-historia.ghtml. Acesso em: 27 out. 2020.

SILVEIRA, D. - Área queimada no Pantanal em 2020 supera em 10 vezes a área de vegetação natural perdida em 18 anos, 2020Disponível em: . Acesso em: 17 de outubro de 2020.




DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2020.56009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


   Resultado de imagem para blogger icon   

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

ISSN 2359-0424

A Revista SUSTINERE está indexada/cadastrada em: