Oficina de reflexão de práticas pedagógicas sob a ótica do uso de metodologias ativas

Ernandes Gonçalves Dias, Cleiciane Faria Soares, Cleonice Corrêa Fonseca

Resumo


Refletir as práticas pedagógicas praticadas por docentes do ensino superior é necessário para o avanço na qualidade do ensino, aperfeiçoamento profissional e crescimento e alcance de indicadores pelas Instituições de Ensino Superior. A realização de oficinas pedagógicas com docentes pode estimular que estes profissionais se motivem e reflitam sobre a importância do uso de metodologias ativas no processo de ensino e aprendizagem. Objetivou-se provocar inquietações e estimular os docentes a trocar experiências quanto às práticas e adoção de metodologias ativas no processo de ensino e aprendizagem na IES. O método empregado na Oficina remete a um estudo de caso com abordagem qualitativa. As atividades foram organizadas em cinco blocos, o primeiro compreendeu acolhimento e abertura dos docentes participantes, seguido por uma rodada de questões disparadoras de discussão com três questões reflexivas, o terceiro uma e o quarto com duas questões também disparadoras e o quinto bloco com apresentação de uma síntese crítica a partir dos relatos e argumentos expostos pelos docentes e avaliação da oficina. As produções elaboradas na Oficina mostram que os docentes adotam o uso metodologias ativas nas aulas, reconhecem o cenário de atuação da IES e público que atende, têm visão bastante positiva em relação à sua formação e prática profissional e menos positiva em relação aos acadêmicos sob sua responsabilidade de formação.


Palavras-chave


Metodologia, Métodos, Ensino, Educação Superior.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, T. F.; ABEGG, I.; COSTA, M. R. J.; TITTON, M. Dinâmicas de grupo orientadas pelas atividades de estudo: desenvolvimento de habilidades e competências na educação profissional. Rev. bras. Estud. pedagog. (online), Brasília, v. 95, n. 240, p. 346-362, maio/ago., 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbeped/v95n240/06.pdf. Acesso em: 03 jul. 2019.

BAGATINI, L.; SCHORR, M. C. Metodologias Ativas no Ensino Profissionalizante: uma experiência na disciplina de pesquisa e desenvolvimento de produtos. Ensino, Saúde e Ambiente, v. 12, n. 1, p. 123-142, abr., 2019. Disponível em: http://periodicos.uff.br/ensinosaudeambiente/article/view/21531. Acesso em: 04 jul. 2019.

BORBA, M. C.; OECHSLER, V. Tecnologias na educação: o uso dos vídeos em sala de aula. R. bras. Ens. Ci. Tecnol., Ponta Grossa, v. 11, n. 2, p. 181-213, mai./ago. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.3895/rbect.v11n2.8434. Acesso em 06 out. 2020.

SOUZA, V. A. Oficinas Pedagógicas como Estratégia de Ensino: uma visão dos futuros professores de ciências naturais. Trabalho de Conclusão de Curso - Licenciatura em Ciências Naturais, Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, 2016, 35p. Disponível em: https://bdm.unb.br/bitstream/10483/14170/1/2016_ValdeciAlexandredeSouza_tcc.pdf. Acesso em: 06 out. 2020.

FARIAS, C. M. L.; CARDOSO, B. D. F.; SANTOS NETO, E. T.; CARVALHO, R. B.; CURTIS, D. A. Feedback no processo de aprendizagem: percepção dos estudantes de Odontologia em uma universidade brasileira. Revista da ABENO, v. 15, n. 3, p. 35-42, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v15i3.160. Acesso em: 06 out. 2020.

FONSECA, D. J.; MENDES, R. R. L. Oficinas pedagógicas: analisando sua contribuição para a formação inicial de professores de Ciências e Biologia. Ciência em Tela, v. 5, n. 1, p. 1-12, 2012. Disponível em: http://www.cienciaemtela.nutes.ufrj.br/artigos/artigo2.23.pdf. Acesso em: 24 abr. 2019.

FREITAS, A. L. S.; GRILLO, M. C.; GESSINGER, R. M.; LIMA, V. M. R. Capacitação docente: um movimento que se faz compromisso [recurso eletrônico]. – Dados eletrônicos. – Porto Alegre : EDIPUCRS, 2010, 205p. Disponível em: http://www.pucrs.br/edipucrs/capacitacaodocente.pdf. Acesso em: 23 abr. 2019.

INOCENTE, L.; CASTAMAN, A. S.; VIEIRA, M. L. Painel Integrado: material didático-pedagógico facilitador do processo de ensino e aprendizagem. XIII Congresso Nacional de Educação (EDUCARE). IV Seminário Internacional de Representações Sociais, Subjetividade e Educação. VI Seminário Internacional sobre Profissionalização Docente. p. 4096-4107, 2017. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/25458_12179.pdf. Acesso em: 29 jun. 2019.

MICHELATO, S. Universidade Estadual do Norte do Paraná. Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. Programa de Desenvolvimento Educacional. Repensando os diferentes encaminhamentos metodológicos no processo ensino aprendizagem da Geografia. Cornélio Procópio, 2013, 25p. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_uenp_geo_pdp_susyane_michelato.pdf. Acesso em: 01 jul. 2019.

SILVA, V. A.; SOARES, M. H. F. B. O uso das tecnologias de informação e comunicação no ensino de Química e os aspectos semióticos envolvidos na interpretação de informações acessadas via web. Ciênc. Educ., Bauru, v. 24, n. 3, p. 639-657, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320180030007. Acesso em: 02 jul. 2019.

KUHN, I. N.; BERWIG, A.; PINTO, R. C. F. O feedback como potencial de desempenho na gestão de pessoas: um estudo de caso. XV Colóquio Internacional de Gestão Universitária – CIGU. Desafios da Gestão Universitária no Século XXI. Mar del Plata, Argentina, 2, 3 e 4 de dez. de 2015. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/136046/101_00152.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 04 jul. 2019.




DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2021.51681

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


   Resultado de imagem para blogger icon   

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

ISSN 2359-0424

A Revista SUSTINERE está indexada/cadastrada em: