Produção e avaliação de material didático alternativo para o ensino de Neuroanatomia

Monica Marins, Marilene Gloria da Silva, Daniella Karim Ferreira, Débora Baltazar dos Santos, Danielle Paes-Branco

Resumo


O ensino da Neuroanatomia é um grande desafio, uma vez que a nomenclatura não é de uso cotidiano e a visualização de estruturas que compõem esse sistema pode dificultar o entendimento. Diante das dificuldades, cabe ao professor estimular os discentes com alternativas que possam facilitar o entendimento do conteúdo. Algumas alternativas têm se mostrado eficazes no que diz respeito ao maior envolvimento dos alunos durante a disciplina com ganho considerável no aprendizado. Neste artigo elaboramos um material didático alternativo para o ensino do conteúdo sobre Medula Espinal, na disciplina de Neuroanatomia. Foram selecionadas para reprodução em EVA, imagens ampliadas de cortes de três níveis medulares. Cada corte continha regiões de interesse para encaixe (substância branca, substância cinzenta, vias sensoriais e motoras). Após aprovação pelo Comitê de ética em pesquisa, a atividade foi feita com os alunos divididos em grupos, cada grupo recebeu um conjunto de três cortes (com suas partes desmontadas) e uma lista de perguntas sobre o tema (para nota da disciplina). Após as atividades em sala de aula os alunos responderam a um questionário anônimo de avaliação com onze perguntas. A análise dos 342 questionários revelou que o método foi aprovado por mais de 94% dos alunos. Concluímos que o material mostrou-se vantajoso para o processo ensino-aprendizagem por suas dimensões, fácil manuseio e baixo custo.


Palavras-chave


Material didático alternativo; Neuroanatomia; Questionário; Medula espinal.

Texto completo:

PDF

Referências


AARLI, J. A.; DUA, T.; JANCA, A.; MUSCETTA, A. (Editors). Neurological Disorders: Public Health Challenges. Geneva, Switzerland: World Health Organization, 2006. 220 p. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2019.

ARANTES, M.; BARBOSA, J.; FERREIRA, M. A. Differences in the students’ perceptions on the theaching of neuroanatomy in a medical curriculum organized by disciplines and an integrated medical curriculum. Acta Med. Port., v. 30, p. 1, n. 26-33, 2017. Disponível em: . Acesso em: 28 set. 2019.

AVERSI-FERREIRA, T. A.; MONTEIRO, C. A.; MAIA, F. A.; GUIMARÃES, A. P. R.; CRUZ, M. R. Estudo de neurofisiologia associado com modelos tridimensionais construídos durante o aprendizado. Biosci. J., v. 24, n. 1, p. 98-103, 2008. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2019.

CAMPUS NETO, F.H.C.; MAIA, N.M.F. e S.; GUERRA, E.M.D. A experiência de ensino da anatomia humana baseada na clínica. Fortaleza: Universidade Metropolitana de fortaleza, Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Anatomia, 2008.

CARVALHO, F. A. H. Neurociências e educação: uma articulação necessária na formação docente. Trab. Educ. Saúde, v. 8, n. 3, p. 537-550, 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2019.

DE FARIA, J. W. V.; TEIXEIRA, M. J.; DE MOURA SOUSA JUNIOR, L.; OTOCH, J. P.; FIGUEIREDO, E. G. Virtual and stereoscopic anatomy: when virtual reality meets medical education. Journal of Neurosurgery, v. 125, n. 5, p. 1105-1111, 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2019.

FURTADO, I. A.; GONÇALVES FERREIRA, A. D.; GONÇALVES FERREIRA, A. J. Teaching human anatomy to the graduation course in health sciences of the Lisbon university: five years of a new educational experience. Acta Med. Port., v. 26, n. 3, p. 251-257, 2013. Disponível em: . Acesso em: 07 set. 2019.

GELB, D. J.; GUNDERSON, C. H.; HENRY, K. A.; KIRSHNER, H. S.; JOZEFOWICZ, R. F.; CONSORTIUM OF NEUROLOGY CLERKSHIP DIRECTORS AND THE UNDERGRADUATE EDUCATION SUBCOMMITTEE OF THE AMERICAN ACADEMY OF NEUROLOGY. The neurology clerkship core curriculum. Neurology, v. 58, n. 6, p. 849–852, 2002. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2019.

GREVILLE, W. J.; DYMOND, S.; NEWTON, P. M. The student experience of applied equivalence-based instruction for neuroanatomy teaching. J. Educ. Eval. Health Prof., v. 13, p. 32, 2016. Disponível em: . Acesso em: 28 set. 2019.

HANSEN, J. T. Netter anatomia para colorir. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

JOZEFOWICZ, R. F. Neurophobia: The fear of neurology among medical students. Arch. Neurol., v. 51, n. 4, p. 328–329, 1994. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2019.

KRONTIRIS-LITOWITZ, J. Using truncated lectures, conceptual exercises, and manipulatives to improve learning in the neuroanatomy classroom. Adv. Physiol. Educ., v. 32, n. 2, p. 152-156, 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2019.

LENT, R. Cem bilhões de neurônios?; conceitos fundamentais de neurociência. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2010.

MACHADO, A. HAERTEL, L. M. Neuroanatomia funcional. 3. ed. São Paulo: Editora Atheneu, 2014.

MOTA, M. F.; MATA, F. R.; AVERSI-FERREIRA, T. A. Constructivist pedagogic method used in the teaching of human anatomy. Int. J. Morphol., v. 28, n. 2, p. 369-374, 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2019.

PAULA, L. A. L. Jovens e novas formas de cognição: algumas reflexões sobre a escola. In: ARANHA, G.; SHOLL-FRANCO, A. Caminhos da Neuroeducação. 2. ed. Rio de Janeiro: Ciências e Cognição, 2012.

RAMOS, K. S.; PEDROSO, A. C.; GUIMARÃES, G. F.; SANTOS, J. C. C.; LACERDA, P. S. D. Uma análise de caso acerca do ensino em morfologia na universidade do estado do Pará. In: XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANATOMIA, 2008, Belém. Anais... Belém: Universidade Federal do Pará, 2008.

RUIZ, C. R.; LIMA, N. B.; CUNHA, R. H.; NASCIMENTO, S. R. R. Investigation of the impact using neuroanatomy specimens prepared using new anatomical techniques on students’ learning. J. Morphol. Sci., v. 31, n. 4, p. 210-213, 2014. Disponível em: . Acesso em: 07 set. 2019.

SANTOS-LOBATO, B. L.; MAGALHÃES, A. B.; MOREIRA, D. G.; FARIAS, F. P.; PORTO, L. K.; PEREIRA, R. B.; CUSTÓDIO, S. S.; BRAGA, T. K. K. Neurophobia in Brazil: Detecting and Preventing a Global Issue. Rev. Bras. Educ. Med., v.42, n.1, p.121-128, 2018. . Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2019.

SILVA, M. S. L., MACEDO, M. T.; MACHADO, H. A.; SILVA, E. C.; NOVAES, C. C. B. S. Jogos educacionais como mediador de interação social e estímulo educacional: Olimpíadas de anatomia. In: CONNEPI, 2011, Natal. Anais... Natal: IFRN, 2011.

SILVA, M. S. L.; MACHADO, H. A.; BIAZUSSI, H. M. Produção de material didático alternativo para aula prática de anatomia humana. In: CONNEPI. 7., 2012, Palmas. Ciência, tecnologia e inovação: ações sustentáveis para o desenvolvimento regional. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2019.

SILVA, Y. A.; SILVA JÚNIOR, E. X.; SIVA, B. N.; RODRIGUES, G. P.; SOUSA, G. O.; NOVAES, W. A.; SHIOSAKI, R. K.; SILVA, T. F. A.; SCHWINGEL, P. A. Confecção de modelo neuroanatomico funcional como alternativa de ensino e aprendizagem para a disciplina de neuroanatomia. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 12, n. 3, p. 1674-1688, 2017. . Disponível em: . Acesso em: 21 abr. 2019.

SINGH, V.; KHARB, P. A paradigm shift from teaching to learning gross anatomy: meta-analysis of implications for instructuinal methods. J. Anatom. Soc. India, v. 62, p. 84-89, 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2019

SHOLL-FRANCO, A.; VEQUE, T. Fazendo arte com o cérebro. Rio de Janeiro: Ciências e Cognição, 2013.

TAN, K.; CHIN, H. X.; YAU, C. W. L.; LIM, E. C. H.; SAMARASEKERA, D.; PONNAMPERUMA, G.; NCK, T. Evaluating a bedside tool for neuroanatomical localization with extended-matching questions. Anat. Sci. Educ., v.11, n. 3, p. 262-269, 2018. . Disponível em: . Acesso em: 07 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2021.49177

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


   Resultado de imagem para blogger icon   

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

ISSN 2359-0424

IBI Factor: 2.2

 

A Revista SUSTINERE está indexada/cadastrada em: