Ensino em Fisioterapia no Brasil: como inquietar o estudante e despertar o seu protagonismo?

Erivaldo Santos de Lima

Resumo


O presente ensaio versa sobre algumas inquietações e reflexões no que concerne o ensino em fisioterapia e seu papel frente a promoção de protagonismo discente, principalmente para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Estrutura-se em quatro partes: na primeira, o autor situa o contexto disparador das inquietações, na segunda, contextualiza a figura do Fisioterapeuta enquanto docente e apresenta alguns dos seus desafios, na terceira, apresenta as contribuições do movimento estudantil e dos estágios de vivência para a formação em saúde, na quarta e última parte, une as peças do quebra-cabeça respondendo a pergunta em questão.

Palavras-chave


Educação Superior; Docentes; Fisioterapia; Empoderamento para a Saúde

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Hélio Mangueira de. A didática no ensino superior: práticas e desafios. 2015.

BARROS, Conceição de Maria Pinheiro; DIAS, Ana Maria Iorio. A formação pedagógica de docentes bacharéis na educação superior: construindo o Estado da Questão. Revista Educação em Questão, v. 54, n. 40, p. 42-74, 2016. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.

BISPO JUNIOR José Patrício. Formação em fisioterapia no Brasil: reflexões sobre a expansão do ensino e os modelos de formação. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 16, n. 3, p. 655- 668, Set. 2009. Disponível em:< http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702009000300005>. Acesso em 10 Ago 2019.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em fisioterapia. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 4 mar. 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão de Educação na Saúde. VER-SUS Brasil: Caderno de Textos. Brasília: Ministério da Saúde; 2004.

BURILLE, Andreia; MATOS, Izabella Barison; FILHO, Carlos Alberto Rodrigues Morrudo; MELLO, Claudia Cássia Silva et al. Do VER-SUS: do que é, do que foi e do que ficou. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, v. 7, n. 4, 2013. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.

FERRACINI, Lucio Guilherme; RUIZ-MORENO, Lidia. Dramatização psicodramática na formação docente de profissionais da saúde. Revista Brasileira de Psicodrama, v. 25, n. 1, p. 18-27, 2017. Disponível em: . Acesso em 20 Jun 2019.

HERMES, Fabiola Chesani; CUTOLO, Luiz Roberto Agea; MAESTRELLI, Sylvia Regina Pedrosa. A Concepção de Estudantes de Fisioterapia que Participam do Ensino Baseado em Problemas sobre o Processo Saúde-Doença. Rev. bras. educ. méd, v. 40, n. 4, p. 627-634, 2016. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.

LEAL, Juliana Alves Leite; MELO, Cristina Maria Meira; VELOSO, Rafaela Braga Pereira; JULIANO, Iraildes Andrade. Novos espaços de reorientação para formação em saúde: vivências de estudantes. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 19, p. 361-371, 2015. Disponível em: . Acesso em 10 Ago 2019.

LIMA, Erivaldo Santos de; OLIVEIRA, Jackelyne Soares de; BALBINO, Lucas Pereira; SILVA, Dannyelle Shyrley dos Santos da et al. CONVERSA DE FISIO: HORIZONTALIDADE COMO FERRAMENTA DE AMPLIAÇÃO DO OLHAR DO ESTUDANTE DE FISIOTERAPIA. CADERNOS DE EDUCAÇÃO, SAÚDE E FISIOTERAPIA, v. 4, n. 8, 2017. Disponível em: . Acesso em 14 Set 2019.

MARANHÃO, Thaís; MATOS, Izabella Barison. Vivências no Sistema Único de Saúde (SUS) como marcadoras de acontecimento no campo da Saúde Coletiva. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 22, p. 55-66, 2017. Disponível em:< http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622016.0091>. Acesso em 10 Ago 2019.

MARANHÃO, Thaís. Vivências e estágios na realidade do Sistema Único de Saúde: um “garimpo” bibliográfico. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, v. 7, n. 4, 2013. Disponível em: . Acesso em 20 Jun 2019.

MENDES, Flavio Martins de Souza; FONSECA; Karina de Andrade; BRASIL, Julia Alves; DALBELLO-ARAÚJO, Maristela. Ver-Sus: relato de vivências na formação de Psicologia. Psicologia Ciência e Profissão, v. 32, n. 1, p. 174-187, 2012. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.

OLIVEIRA, Dafylla Kelly Silva; QUARESMA, Viviana do Socorro Maciel; PEREIRA, Jane de Almeida; CUNHA, Emmanuel Ribeiro. A arte de educar na área da saúde: experiências com metodologias ativas. Humanidades & Inovação, v. 2, n. 1, 2015. Disponível em: . Acesso em 20 Jun 2019.

SANCHES, Vinicius Santos; FERNANDES, Janainny Magalhães; JÚNIOR, José Félix de Brito; MACHADO, Alisson Eduardo Ferreira et al. CARTA DE CAMPO GRANDE-CONSELHO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE FISIOTERAPIA. CADERNOS DE EDUCAÇÃO, SAÚDE E FISIOTERAPIA, v. 1, n. 2, 2014. Disponível em: . Acesso em 20 Jul. 2019.

SILVA, Grasiela Garrett da; ESPÍNDOLA, Daniela Simoni; LAZZARI, Daniele Delacanal; BACKES, Vânia Marli Schubert et al. Formação inicial de professores na enfermagem, fisioterapia e odontologia. Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, v. 6, n. 3, p. 118-128, 2015. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.

TORRES, Odete Messa. Os estágios de vivência no Sistema Único de Saúde do Brasil: caracterizando a participação estudantil. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, v. 7, n. 4, 2013. Disponível em : < http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v7i4.571>. Acesso em 20 Jun 2019.

TREVISO, Patrícia; COSTA, Bartira Ercília Pinheiro da. Percepção de profissionais da área da saúde sobre a formação em sua atividade docente. Texto & Contexto Enfermagem, v. 26, n. 1, p. 1-9, 2017. Disponível em: . Acesso em 20 Jul. 2019.

VALADARES, Jorge. A teoria da aprendizagem significativa como teoria construtivista. Aprendizagem Significativa em Revista, v. 1, n. 1, p. 36-57, 2011. Disponível em: . Acesso em 20 Jul. 2019.

VALENÇA, Cecília Nogueira; GERMANO, Raimunda Medeiros; MALVEIRA, Fernanda Aparecida Soares; AZEVÊDO, Lorena Mara Nóbrega de et al. Articulação teoria/prática na formação em saúde e a realidade do Sistema Único de Saúde [Articulating theory and practice in health education in face of the Unified Health System]. Revista Enfermagem UERJ, v. 22, n. 6, p. 830-835, 2014. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.

WANDERLEY, Geísa Dias; LIMA, Erivaldo Santos de; JÚNIOR, José Félix de Brito; SILVA, Lucas Oliveira da et al. FISIOTERAPIA E SAÚDE MENTAL NO MOVIMENTO ESTUDANTIL: RESSIGNIFICANDO OLHARES E QUALIFICANDO A FORMAÇÃO. CADERNOS DE EDUCAÇÃO, SAÚDE E FISIOTERAPIA, v. 5, n. 10, 2018. Disponível em: . Acesso em 14 Set 2019.

WEBER, Aldair; TOMBINI, Larissa Hermes Thomas; COLLISELLI, Liane; ALBRECHT, Cristiane Carla et al. Vivências e estágios na realidade do SUS (VER-SUS) e a formação profissional em saúde: relato de experiência. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, v. 13, n. 23, p. 112-122, 2016. Disponível em: . Acesso em 06 Jun 2019.




DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2020.46127

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


   Resultado de imagem para blogger icon   

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

ISSN 2359-0424

A Revista SUSTINERE está indexada/cadastrada em: