A ARTE NO PROCESSO EDUCACIONAL DA REDE PÚBLICA: ANÁLISE DE POSSÍVEIS CONTRIBUIÇÕES DA PEDAGOGIA WALDORF PARA A ARTE-EDUCAÇÃO

Ronaldo Záphas, Gabriela Muniz Cardoso

Resumo


Este artigo reflete sobre o uso da arte no processo educacional das escolas públicas e suas dificuldades, buscando compreender se a pedagogia Waldorf, através do pensamento de Rudolf Steiner, pode contribuir para uma melhoria no ensino de arte. O artigo faz um levantamento histórico do estado da arte da atual educação brasileira na arte-educação, abordando pesquisadores como Ana Mae Barbosa e João Francisco Duarte Jr. entre outros, para compreender aspectos históricos sobre a desvalorização do campo e dos estudos em artes, apontamentos sobre a precarização do ensino público e algumas visões de ensino que utilizam a arte no processo educacional.


Palavras-chave


Arte. Educação. Escola pública. Pedagogia Waldorf.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE E SILVA, Dulciene Anjos de. Educação e ludicidade: um diálogo com a Pedagogia Waldorf. Educar em Revista, Curitiba, UFPR, n. 56, jun. 2015.

BARRETO, Marília. Eurritmia. Sociedade Antroposófica no Brasil. 1998. Disponível em: http://www.sab.org.br/euritmia/ . Acesso em: 17 set. 2020.

BARBOSA, Ana Mae Tavares Bastos. Arte-educação no Brasil: das origens ao modernismo. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1978.

BARBOSA, Ana Mae Tavares Bastos. Arte-Educação no Brasil: realidade hoje e expectativas futuras. Estudos avançados, São Paulo, v. 3, n. 7, p. 170-182, 1989.

BRASIL. Ministério da educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Brasil, 2018.

BRASIL. Coleção das leis do império do Brasil. Rio de Janeiro, Tomo XVIII, parte II, 1855.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Estatísticas dos professores no Brasil. Brasília: INEP, 2004. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/documents/186968/484154/Estat%C3%ADsticas+dos+professores+no+Brasil/2cfab3f2-3221-4494-9f7e-63ae08c154e1?version=1.1. Acesso em: 04 set. 2020.

DUARTE JÚNIOR, João Francisco. Por que arte-educação? Campinas: Papirus, 2019. ePub.

JUNIOR, Jonas Bach; MARIN, Andreia A. A educação estética na pedagogia Waldorf: o imaginário e a paisagem interior. Interfaces da Educação, Paranaíba, v. 3, ed. 8, p. 19-34, 2012.

KILOMBA, Grada. Memórias de plantação: Episódios de racismo cotidiano. Rio de Janeiro: Editora Cobogó, 2019.

LANZ, Rudolf. A pedagogia Waldorf: caminho para um ensino mais humano. 4 ed. São Paulo: Editora Antroposófica, 1986.

MÄDER, Maria de Lourdes Pereira et al. A Arte como processo na educação. Rio de Janeiro: FUNARTE, 1981.

ROMANELLI, Rosely Aparecida. Procedimentos Artísticos no Ensino Waldorf. Revista da Faculdade de Educação. Cáceres, UNEMAT, Vol. 2, jul/dez. 2016.

SALLES, Rubens; FONSECA, Rosineia. A Pedagogia Waldorf na escola pública: histórico – desafios – perspectivas. Instituto Ruth Salles, [s. l.], 18 mar. 2019. Disponível em: https://www.institutoruthsalles.com.br/wp-content/uploads/2020/03/A-Pedagogia-Waldorf-na-escola-p%C3%BAblica.pdf . Acesso em: 2 out. 2020.

STEINER, Rudolf. A arte da educação II: metodologia e didática no ensino Waldorf. Conferência, Stuttgart, 1919. Disponível em http://culturadigital.br/gepepi/files/2011/02/Steiner_-_A_arte_da_educa%C3%A7%C3%A3o_II1.pdf. Acesso em: 26 dez. 2019.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Ensino a distância na educação básica frente à pandemia da COVID-19. Nota técnica, Brasil, Abril 2020. Disponível em: https://www.todospelaeducacao.org.br/_uploads/_posts/425.pdf?1730332266=&utm_source=conteudo-nota&utm_medium=hiperlink-download. Acesso em: 10 set. 2020.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2021.55358

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: