O PAPEL DA PRODUÇÃO TEXTUAL NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: O LIVRO DIDÁTICO EM ANÁLISE

Rafaela Cristine Merli, Andreia Cunha Malheiros Santana

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar duas propostas de produção textual presentes no livro didático Caminhar e Transformar (Ferreira, 2013), destinado às séries finais do ensino fundamental, na modalidade da Educação de Jovens e Adultos. Para tal análise, foi elaborada uma ficha baseada na concepção de ensino presente nos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) e na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e na contribuição de autores que trabalham com o livro didático, com o ensino e com a linguagem, entre eles Marcuschi (2008) e Bakhtin (1981). Este artigo é um recorte de uma pesquisa de cunho qualitativo, predominantemente descritiva, com uma abordagem interpretativista. A partir da análise realizada, foi possível constatar que as propostas estão organizadas por gêneros e que a tecnologia e os gêneros digitais, tal como os gêneros orais, foram mal aproveitados.


Palavras-chave


Livro Didático; Educação de Jovens e Adultos; Produção Textual

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Bibliográficas

ANTUNES, I. Língua, texto e ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola, 2009

BAKHTIN, M. Problemas da Poética de Dostoievskí. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1981.

BORTONI-RICARDO, S. M. O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola, 2008

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Censo Escolar de 2016. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/resultados-e-resumos. Acesso em: 22 abr. 2020.

______.. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/06/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 26 mai. 2020.

______. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Brasília: MEC, 1998.

BUNZEN, C. A fabricação da disciplina escolar Português. Revista Diálogo Educacional, v. 11, nº 34, p. 885-911, 2011. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/4513. Acesso em 05 mai. 2020.

FERREIRA, P. R. de A. Caminhar e transformar – língua portuguesa: anos finais do ensino fundamental: Educação de Jovens e Adultos. São Paulo: FTD, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996

FREITAS, N. K. RODRIGUES, M. H. O livro didático ao longo do tempo: a forma do conteúdo. Revista Da Pesquisa. Ano 5, V. 3, N. 1. Ago. 2007-Jul. 2008. Disponível em: www.ceart.udesc.br/revista_dapesquisa/volume3/numero1/plasticas/mellisa-neli.pdf Acesso em: 17 jun. 2020.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus,2003

KLEIMAN, A. B. Letramento e suas implicações para o ensino de língua materna. Revista Signo, v. 32, n. 53, p. 1-25, 2007

______. A. B. EJA e o ensino da língua materna: relevância dos projetos de letramento. EJA em debate, v. 1, n. 1, nov. 2012. Disponível em: https://incubadora.periodicos.ifsc.edu.br/index.php/EJA/article/viewFile/322/pdf. Acesso em: 10 mai. 2020.

LAJOLO, M. Livro didático: um (quase) manual do usuário. Em Aberto, Brasília, ano 16, n.69, jan./mar. 1996. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/view/2368. Acesso em 08 jun. 2020.

MARCUSCHI, L. A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Referenciação e retextualização de textos acadêmicos: um estudo do resumo e da resenha. Anais do III Congresso Internacional da ABRALIN. Rio de Janeiro: UFRJ. 2003

MENEGASSI, R. J. Professor e escrita: a construção de comandos de produção de textos. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 42, jul/dez 2003. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8639372. Acesso em:

dez. 2019.

ROJO, R; BATISTA, A A G. (Org.). Livro didático de língua portuguesa, letramento e cultura da escrita. Campinas: Mercado de Letras, 2003

SANTOS, J. S. dos. Letramento, variação linguística e ensino de português. Linguagem em (Dis)curso, v. 5, n. 1, p. 119-134, jul/dez 2014. Disponível em: http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Linguagem_Discurso/article/view/3

/320. Acesso em: 10 dez. 2019

SILVA, N. N. da. Educação de jovens e adultos: alguns desafios em torno do direito à educação. Paidéia. Belo Horizonte, v. 6, n. 7, p. 61-72, 2009. Disponível em: http://www.fumec.br/revistas/paideia/article/view/951. Acesso em 05 dez. 2019.

SILVA, M. A. A fetichização do livro didático no Brasil. Educação e Realidade. Porto Alegre, v. 37, n. 3, p. 803-821, set/dez. 2012.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2021.54704

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: