AULAS ON-LINE EM ÉPOCA DE COVID-19 SOB A ÓTICA DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRA

Dilmeire Sant'Anna Ramos Vosgerau, Ana Paula de Andrade Janz Elias, Beatriz Maria Zoppo, Heidegrid Siebert Koop

Resumo


As pesquisas sobre formação de professores para a integração das Tecnologias Digitais em sua prática docente indicam a necessidade de experimentação desses recursos durante o processo de formação, o que forçosamente ocorreu nesse período de isolamento social. Questiona-se: como os estudantes de um Curso de Graduação em Pedagogia, na modalidade presencial, estão vivenciando as aulas ministradas remotamente, no período de isolamento social? Na pesquisa realizada com 22 estudantes de um Curso de Graduação em Pedagogia, foi possível perceber que, mesmo buscando adaptar-se, esses estudantes estão enfrentando dificuldades em utilizar essas ferramentas como instrumento de aprendizagem, por não ser uma prática rotineira em seu curso no período anterior à pandemia.

Palavras-chave


Tecnologias Digitais; Graduação em Pedagogia; Aulas On-line; Ensino a Distância; Formação Inicial de Professores.

Texto completo:

PDF

Referências


BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. Campinas: SP: Autores Associados, 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria no 343, de 17 de março de 2020. Diário Oficial da União. Brasília, Distrito Federal: 18/03/2020. , 2020

BRASIL. Plano Nacional de Educação – PNE, LEI No 13.005, DE 25 DE JUNHO DE 2014. . Brasil: Ministério da Educação. Disponível em: . , 2014

BRASIL, Base Nacional Comum Curricular. Tecnologias digitais da informação e comunicação no contexto escolar.

BRITO, Glaucia da Silva; DŸCK, Michele Simonian. Desenvolvimento profissional do pedagogo escolar e as tecnologias: perspectivas a partir da especificidade funcional e formação docente na escola. Revista Teias, v. 21, n. 60, p. 153–176, 2020. Disponível em: .

ELIAS, Ana Paula de Andrade Janz; MOTTA, Marcelo Souza; KALINKE, Marco Aurélio. Construção de Objetos de Aprendizagem para a Educação Básica por Meio de um Curso Sobre o Scratch para Estudantes de Licenciaturas. Renote, v. 16, n. 2, p. 423–433, 2018.

ELIAS, Ana Paula de Andrade Janz; ZOPPO, Beatriz Maria; GILZ, Claudino. Concepções docentes quanto aos processos de formação de professores: um estudo exploratório. Revista FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 29, n. 57, p. 29–44, 2020.

FARIAS, Airan Priscila De; MOTTA, Marcelo Souza. As competências de aprendizagem para o ensino de matemática no século xxi e o software de programação scratch. 2016, São Paulo: Matemática, Spcoedade Brasileira de Educação, 2016. p. 1–12.

GABRIEL, M. Educar: a revolução digital na educação. São Paulo: Saraiva, 2013.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Editora Atlas Sa., 2008.

KENSKI, Vani Moreira. Aprendizagem Mediada Pela Tecnologia. Revista Diálogo Educacional, v. 4, n. 10, p. 1–10, 2003.

______. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2012.

LÈVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Editora 34, 2004.

OLIVEIRA, Wanderson Kleber de et al. Como o Brasil pode deter a COVID-19. Epidemiologia e servicos de saude: revista do Sistema Unico de Saude do Brasil, v. 29, n. 2, p. 1–8, 2020.

OLIVEIRA, Jamile Carvalho et al. O uso didático do celular baseado em metodologias ativas. 2018, Belo Horizonte: UFMG / Faculdade de Letras, 2018. p. 1–6. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2020.

PASSERO, Guilherme; ENGSTER, Nélia Elaine Wahlbrink; DAZZI, Rudimar Luís Scaranto. Uma revisão sobre o uso das TICs na educação da geração Z. Novas Tecnologias na Educação, v. 4, p. 1–10, 2006.

PIOVESAN, Armando; TEMPORINI, Edméa Rita. Pesquisa exploratória : procedimento metodológico para o estudo de fatores humanos no campo da saúde pública. Rev Saúde Pública, v. 29, n. 4, p. 318–325, 1995. Disponível em: .

POLIT, D. F; HUNGLER, B. P. Nursing research: principles and methods. 3. ed. Philadelphia: J. B. Lippincott, 1987.

RAMÍREZ, Leticia Nayeli Ramírez. Formación profesional en ambientes e-learning. Estudio de caso sobre Aprendizaje Basado en Proyectos (ABP) en un curso de posgrado virtual. Revista Latinoamericana de Tecnología Educativa, v. 18, n. 1, p. 91–105, 2019.

RAY, Kecia. What is Remote Learning? Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2020.

SANTOS, João Francisco Severo. Avaliação no Ensino a Distância. Revista Iberoamericana de Educación, 2006.

SANTOS NETO, Raul dos; STRUCHINER, Miriam. Um Panorama Sobre a Integração do Conhecimento Tecnológico na Formação de Professores de Ciências An Overview of the Integration of Technological Knowledge in the Formation of Science teachers. Revista Latinoamericada de Tecnología Educativa, v. 18, n. 2, p. 219–232, 2019.

THEODORSON, G. A.; THEODORSON, A. G. A modern dictionary of sociology. London: Methuen, 1970.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos. A tecnologia educacional face à evolução das correntes educacionais: as contribuições da psicologia cognitiva. Contrapontos, v. 7, n. 2, p. 269–281, 2007. Disponível em: .

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; BRITO, Glaucia da Silva; CAMAS, Nuria. PNE 2014-2024: Tecnologias Educacionais E Formação De Professores. Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação Docente, v. 08, n. 14, p. 103–118, 2016. Disponível em: .




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2020.51882

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: