AVENTURAS (DES)FORMATIVAS NO AGENCIAMENTO DANÇARINO-CRIANÇA

Andrea Nascimento Elias

Resumo


O texto problematiza os processos formativos na trajetória da Cia de Dança Teatro Xirê, que emergem da experiência de corpos postos em contato (de dançarinos e de crianças) mediados por uma linguagem que encontra na dança contemporânea sua possibilidade de existência. Tomando a ideia de vazio como categoria de experiência, o texto estabelece relações entre a ideia de vazio-pleno, proposta por Lygia Clark em sua obra, e a ideia de vazio encontrada num corpo feito “saco plástico” na obra “Dingling”, criada pela Cia Xirê para crianças de 2 a 6 anos, evidenciando o projeto político (des)formativo presente na (des)pretensiosa tarefa de dançar para crianças quase bebês.


Palavras-chave


Dança; Criança; Formação.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDET, Marie. A Filosofia da Dança: um encontro entre Dança e Filosofia. São Paulo, Martins Fontes: 2014.

ELIAS, Andrea Nascimento. Fio de Ariadne: caminho para a construção de uma dramaturgia corporal a partir do espetáculo Cnossos. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro, Unirio: 2008.

FOUCAULT, Michel. “A ética do cuidado de si como prática de liberdade”. Em: Ditos e Escritos V – Ética, Sexualidade, Política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

GODARD, Hubert e KUYPERS, Patricia. Buracos negros - uma entrevista com Hubert Godard. Rio de Janeiro, O Percevejoonline, Dossiê Corpo Cênico, vol. 2, nº 2, PPGAC/UNIRIO, 2010 [2006].

IKEOKA, Tânia Tiemi. Travessias ético-políticas: estudos em atuação com a Cia de Dança Teatro Xirê, com a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz e com o Grupo de Estudo Contorno de Ações. Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: Unirio, Programa de Pós graduação em Artes Cênicas, 2016.

LARROSA, Jorge. Tremores: Escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica,

LIMA, Carla Andrea. Da Questão do Corpo ao Corpo em Questão in “O Percevejo Online”. Vol. 06 | Número 01 | Janeiro-Junho/2014 | p. 152-165

Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/4867/4425

MÉSZAROS, István. A Educação para Além do Capital. São Paulo: Boitempo, 2008.

PÉLBART, Peter Pal. Biopolítica. Sala Preta – Revista PPGAC Usp, v. 7: 2007. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/57320/60302

ROLNIK, Sueli. Arte Cura? Disponível em: http://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/Textos/SUELY/Hibrido.pdf

ROLNIK, Sueli. Geopolítica da Cafetinagem. Disponível em: http://eipcp.net/transversal/1106/rolnik/pt

ROLNIK, Sueli. Molda-se uma alma contemporânea: o vazio-pleno de Lygia Clark. Em The Experimental Exercise of Freedom: Lygia Clark, Gego, Mathias Goeritz, Hélio Oiticica and Mira Schendel, The Museum of Contemporary Art, Los Angeles, 1999. Disponível em: http://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/Textos/SUELY/Molda.pdf

SAFTLE, Vladimir. O Circuito dos Afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do indivíduo. Belo Horizonte, Autêntica: 2016.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2020.46224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: