BODY-MIND CENTERING – APRENDIZAGEM DE UM CORPO VIBRÁTIL

Dani Lima

Resumo


O artigo tenta elucidar uma possível epistemologia das práticas somáticas, em especial do método Body-Mind Centering™ (BMC), relacionando-o a conceitos e práticas afins. Proponho uma reflexão sobre a noção de aprendizagem, tal como proposta no BMC, a partir dos escritos de Bonnie Bainbridge Cohen, relacionando-a ao conceito de corpo vibrátil, proposto por Suely Rolnik. Assumo o desafio de dizer em palavras um acontecimento da ordem de uma experiência pré-significante, relacionada ao não-saber, a vivências de um corpo de sensações celulares.O artigo é parte de minha pesquisa de doutorado em Literatura, Cultura e Contemporaneidade na PUC-RJ, que busca identificar modos de existência próprios do BMC e catalisá-los para a germinação de uma poética performativa cênica e de uma narrativa escrita.


Palavras-chave


Body-Mind Centering, Educação somática, Corpo vibrátil

Texto completo:

PDF

Referências


ARTAUD, Antonin. Position de la chair (1925). In: Œuvres complètes. Paris: Gallimard, 2004.

CAETANO, Patrícia. Por uma estética das sensações: o corpo intenso dos Bartenief fFundamentals e do Body-Mind Centering. Revista Brasileira de Estudos da Presença. Porto Alegre, v. 5, n.1, p. 206-232, jan./abr. 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2237-266047495. Acesso em: 5 out. 2019.

COHEN, Bonnie Bainbridge. Sentir, perceber e agir: educação somática pelo método Body-Mind Centering. São Paulo: Edições Sesc São Paulo, 2015.

HARTLEY, Linda. Wisdom of the Body Moving: an introduction to Body-Mind Centering. Berkeley. North Atlantic Books, 1994.

PEES, Adriana de Almeida. Body-Mind Centering®: a dança e a poética nas linhas dançantes de Paul Klee. Rio de Janeiro: Livros Ilimitados, 2014.

ROLNIK, Suely. Esferas da insurreição: notas para uma vida não cafetinada. São Paulo: n-1 edições, 2018.

______. “Fale com ele” ou como tratar o corpo vibrátil em coma. São Paulo: PUC-SP,2003. Disponível em: https://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/Textos/SUELY/falecomele.pdf. Acesso em: 5 out. 2019.

______. Molda-se uma alma contemporânea: o vazio pleno em Lygia Clark. In:The experimental Exercice of Freedom: Lygia Clark, Gego, Mathias Goeritz, Hélio Oiticica and Mira Schende. Los Angeles: The Museum of Contemporary Art, 1999. Disponível em: https://www.pucsp.br/nucleodesubjetividade/Textos/SUELY/Molda.pdf. Acesso em: 5 out. 2019.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2020.45828

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: