CONSTRUÇÃO DE SUJEITOS CORPORAIS E PRÁTICAS ANTIRRACISTAS NA ESCOLA LIVRE DE DANÇA DA MARÉ

Silvia Camara Soter da Silveira, Gabriel Ramon Ferreira Lima

Resumo


 Este artigo busca refletir sobre a constituição de sujeitos corporais a partir de relatos de um professor e de estudantes da Escola Livre de Dança da Maré — ELDM sobre suas interações com as forças de segurança pública do Estado. Apoia-se nos pressupostos de Kilomba (2019) e de Fanon (2008) para o reconhecimento das marcas infligidas pelo racismo cotidiano na formação do esquema corporal de indivíduos negros no território da Maré, no Rio de Janeiro. Constata-se que a criação de espaços para a reflexão sobre questões como o racismo e a violência, nos processos pedagógicos da ELDM, têm sido estratégias efetivas de educação antirracista para a formação corporal de indivíduos mais conscientes e críticos em relação às questões raciais e sociais às quais estão submetidos.


Palavras-chave


Dança; Corpo; Racismo; Educação.

Texto completo:

PDF

Referências


Boletim Direito à Segurança Pública na Maré. Redes de Desenvolvimento da Maré. Disponível em . Acesso em: 13 jul. 2019.

CAVALLEIRO, E. Discriminação racial e pluralismo em escolas públicas da cidade de São Paulo. In: SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE (SECAD). Educação anti-racista: caminhos abertos pela lei federal nº 10.639/03. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (MEC-SECAD), 2005. p. 65-104. Disponível em: . Acesso em: 2 out. 2019.

FANON, F. Pele negra, máscaras brancas.Trad. Renato da Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

JUNIOR, W. E. F.Educação anti-racista: reflexões e contribuições possíveis do ensino de ciências e de alguns pensadores. Disponível em:. Acesso em: 2 out. 2019.

KILOMBA, G. Memórias da plantação – episódios de racismo cotidiano. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

GOMES, N.L.; SILVA, P.B.G.(orgs.) Experiências étnico-culturais para a formação de professores. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. (Coleção Cultura Negra e Identidades.)

PAREYSON, L. Os problemas da estética. Trad. Maria Helena Nery Garcez. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

REDES DA MARÉ (org.). Censo Populacional da Maré. Rio de Janeiro: Redes da Maré, 2018.

SILVA, J. S.; BARBOSA, J. L.; FAUSTINI, M. V. O novo carioca. Rio de Janeiro: Mórula Editora, 2012.

SOTER, S. C. S.; PAVLOVA, A. Escola Livre de Dança da Maré: a ground to share. In: BUTTERWORTH, J.; WILDSCHUT, L. (org.). Contemporary Choreography. 2 ed.Londres: Routledge, 2017, v. 1, p. 1-480.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2020.45780

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: