RESENHA CRÍTICA: TRAJETÓRIAS DE PESQUISAS DA REDE “MOVER"

Pedro José Santos Carneiro Cruz

Resumo


As trajetórias de pesquisas realizadas pelo Grupo de Pesquisa “Educação Intercultural  Movimentos Sociais” (CNPq/UFSC), conhecido como núcleo ou rede “Mover”, são aqui analisadas sob a perspectiva da extensão universitária popular, entendida como mergulho permanente, sistemático e profundo na realidade social. Neste sentido, a experiência do “Mover” aparece como um processo intenso de comunicação dialógica e engajada com os movimentos populares que enseja, reciprocamente, o empoderamento dos movimentos populares como protagonistas de sua “práxis” e a construção social permanente da  universidade popular. 


Palavras-chave


Educação Intercultural; Movimentos Sociais; Extensão universitária.

Texto completo:

PDF

Referências


FLEURI, Reinaldo Matias. Educação intercultural e movimentos sociais: trajetórias de pesquisas da Rede Mover. João Pessoa: Editora do Centro de Comunicação, Turismo e Artes da Universidade Federal da Paraíba (CCTA/UFPB), 2017.

FLEURI, Reinaldo Matias. Conversidade: conhecimento construído na relação entre educação popular e universidade. REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 27, 2004. Sociedade, Democracia e Educação: Qual universidade? Caxambu, ANPEd, 2004.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2018.40851

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: