EDUCAÇÃO EM DIREITOS SEXUAIS E DIREITOS REPRODUTIVOS: DESLOCAMENTOS NO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO DO RIO DE JANEIRO

Jimena de Garay Hernández, Patricia Castro de Oliveira e Silva, Luisa Bertrami D'Angelo

Resumo


Resumo: O presente texto propõe, a partir de uma pesquisa-intervenção sobre gênero e sexualidade realizada de 2014 a 2017 no Sistema Socioeducativo do Rio de Janeiro, a análise de alguns deslocamentos que surgiram nas atividades realizadas, sendo estas de cunho pedagógico, crítico e reflexivo, tanto com jovens privados de liberdade quanto com profissionais e gestores. A partir da perspectiva dos Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, nossas ações buscaram desestabilizar noções e relações cristalizadas no cotidiano do Sistema, ao mesmo tempo em que se empenharam em criar parcerias e potencializar a garantia de direitos imbricados no projeto de socioeducação.

Palavras-chave: Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos; Sistema Socioeducativo; Educação; Cartografia


Texto completo:

PDF

Referências


ABDALLA, J.de.F. Poder, Estado e adolescentes envolvidos em atos ilícitos. In: Abdalla, J. de F. S; Pereira, M.B.B.de A.; Gonçalves, T.M.T. (Org.). Ações Socioeducativas: Estudos e Pesquisas. Rio de Janeiro: DEGASE, 2016, p. 23-44.

ASSIS, S. Traçando caminhos em uma sociedade violenta: a vida de jovens infratores e de seus irmãos não-infratores. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 1999.

BENET, M., MERHY, E. e PLA, M. Devenir cartógrafa. Athenea Digital. v. 16, n.3, p.229-243, 2016.

BICALHO, P., ROSSOTTI, B., e REISHOFFER, J. A pesquisa em instituições de preservação da ordem. Rev. Polis e Psique. v.6, n.1, p.85–97. 2016.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília : MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente, Câmara dos Deputados, Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990. DOU de 16/07/1990 – ECA. Brasília, DF.

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA – CNJ. Panorama nacional: a execução das medidas socioeducativas de internação. Brasília: CNJ, 2012

D’ANGELO, Luisa. Entre “sujeita-mulher” e “mulher de bandido”: produções de feminilidades em contexto de privação de liberdade. 2107. 154f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social). Instituto de Psicologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017

D’ANGELO, L. e DE GARAY HERNÁNDEZ, J. Sexualidade, um direito (secundário)? Atravessamentos entre sexualidade, socioeducação e punição. Revista PLURAL, v.24.1, p.78-104, 2017.

DE GARAY HERNÁNDEZ, Jimena. O Adolescente dobrado: cartografia feminista de uma unidade masculina do Sistema Socioeducativo do Rio de Janeiro. Tese (Doutorado) em Psicologia Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2018.

DELEUZE, G. Conversações. Tradução de Peter Pal Pelbart. São Paulo: Editora 34. 2008.

DOS SANTOS, H. e NARDI, H. Masculinidades: entre matar e morrer: o que a saúde tem a ver com isso? Physis Revista de Saúde Coletiva, v. 24, n. 3, p. 931-949, 2014.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir. Petrópolis: Editora Vozes, 2009.

KASTRUP, V e PASSOS, E. Cartografar é traçar um plano comum. Fractal, Rev. Psicol., v.25, n.2, p.263-280, 2013.

KAUFMAN, M. The Construction of masculinity and the triad of men’s violence. In KIMMEL, Michael; MESSNER, Michael. Men’s lives. 4. ed. Estados Unidos: Allyn and Bacon. 1997. p.4-17

LEITE, V. A sexualidade adolescente a partir de percepções de formuladores de políticas públicas: refletindo o ideário dos adolescentes sujeitos de direitos. Psicol. clin., Rio de Janeiro , v. 24, n. 1, p. 89-103, 2012

LEITE, M. Cartografar (n)a prisão. Estudos e Pesquisas em Psicologia, v. 14, n. 3, p. 795-813. 2014.

LOURO, G. L.. Gênero, Sexualidade e educação: das afinidades políticas às tensões teórico-metodológicas. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.46, p.201-218, dez, 2007.

MALVASI, P. Entre a Frieza, o Cálculo e a “Vida Loka”: violência e sofrimento no trajeto de um adolescente em cumprimento de medida socioeducativa. Saúde Soc., v.20, n.1, p.156-170, 2011.

NASCIMENTO, M., SEGUNDO, M. e BARKER, G. Reflexões sobre a saúde dos homens jovens: uma articulação entre juventude, masculinidade e exclusão social. In: GOMES, R., org. Saúde do homem em debate. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2011, p. 111-128

NUNES, A.P.C.P. Direitos Sexuais de Crianças e Adolescentes: a pintura de um novo quadro. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas e Formação Humana) - Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.

PADOVANI, N. Sobre casos e casamentos: Afetos e “amores” através de penitenciárias femininas em São Paulo e Barcelona. 2015. Tese (Doutorado em Antropologia Social) Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2015.

PASSOS, E. e KASTRUP, V. Sobre a validação da pesquisa cartográfica: acesso à experiência, consistência e produção de efeitos. Fractal, Rev. Psicol. 2013, v.25, n.2, p.391-413

SCISLESKI, A., et. al. Medida Socioeducativa de Internação: dos Corpos Dóceis às Vidas Nuas. Psicologia: ciência e profissão, v.34, n.3, p. 660-675, 2014.

SEFFNER, F. e PASSOS, A. Uma galeria para travestis, gays e seus maridos: Forças discursivas na geração de um acontecimento prisional. Sexualidad, Salud y Sociedad, n. 23, p.140-161, 2016

VINUTO, J., ABREO, L. e GONÇALVES, H. No fio da navalha: efeitos da masculinidade e virilidade no trabalho de agentes socioeducativos. Revista PLURAL, v.24, n.1, p.54-77, 2017

ZACCONE, Orlando. Acionistas do nada: quem são os traficantes de drogas. 3ª ed. Rio de Janeiro: Revan. 2011.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2019.39523

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: