JUSTIÇA POLÍTICA ENTRE A IGUALDADE E A DIFERENÇA: explorando a política do reconhecimento de Charles Taylor

Carlos David Carneiro

Resumo


O presente artigo propõe uma análise de “A Política do Reconhecimento”, do filósofo canadense Charles Taylor. No curso dessa análise, três dimensões do projeto deste autor são desdobradas, nomeadamente a ideia de uma igual dignidade, como categoria intersubjetiva e corporificada; a ideia de uma “fusão de horizontes”, como alternativa ao etnocentrismo e ao relativismo e, por fim, a retomada das razões comunitárias na filosofia política. Ao final, procuro discutir os méritos e problemas dessas dimensões e sua eventual importância para estudos posteriores.

DOI: 10.12957/rfd.2015.20301


Palavras-chave


Charles Taylor; reconhecimento; igual dignidade; fusão de horizontes; comunitarismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rfd.2015.20301

Indexada em:

Journals for Free

Endereço: Campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 7º andar, Bloco F, sala 7123 Para atendimentos, agende um horário, através do e-mail: rfd.uerj@gmail.com  Telefones: (21) 2334-0507 e (21) 2334-2157. ISSN: 22363475.