EUTANÁSIA: A última viagem

Cecília Regina Alves Lopes

Resumo


 

Este trabalho tem como objetivo analisar um dos mais antigos dilemas da raça humana: a eutanásia, ou seja, o direito de terminar com a própria vida, buscando assim uma morte com dignidade e sem sofrimento. A eutanásia na história chegando aos nossos dias. As várias formas da prática da eutanásia como modalidades para se chegar a um mesmo fim. A distanásia e a mistanásia. O direito de optar e decidir pela morte para o outro. A ortotanásia. O perfil daqueles que optam, com racionalidade, pela eutanásia, mesmo não estando doentes. O que pensam as outras religiões e os que não tem religião sobre a eutanásia. Alguns países conseguiram legalizar o que já era legitimado pela população. Este direito subjetivo permite a utilização ou não da lei que autoriza a eutanásia. A posição da Igreja Católica Romana, que se declara frontalmente contra a eutanásia, em qualquer de suas modalidades. Finalizamos o trabalho abordando os aspectos éticos da eutanásia e a necessidade da assistência ao paciente moribundo.

 

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rfd.2011.1720

Indexada em:

Journals for Free

Endereço: Campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 7º andar, Bloco F, sala 7123 Para atendimentos, agende um horário, através do e-mail: rfd.uerj@gmail.com  Telefones: (21) 2334-0507 e (21) 2334-2157. ISSN: 22363475.