Democracia, Poder Judiciário e Razão Pública: uma Releitura do Substancialismo Brasileiro a partir de John Rawls

Paulo Daniel Costa, Carlos Alberto Esteves

Resumo


Em distintas realidades, a relação entre Direito e Política se fortalece, mas crescem os questionamentos sobre as possibilidades e os limites dessa relação. O substancialismo, corrente filosófica que surge nesse contexto, foi inserido no pensamento jurídico brasileiro com peculiaridades. Por isso, importante revisitar essa teoria, tendo John Rawls como marco, para entender o próprio processo de judicialização da política no Brasil.

DOI: 10.12957/rfd.2016.13804


Palavras-chave


Democracia; Substancialismo; John Rawls.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rfd.2016.13804

Indexada em:

Journals for Free

Endereço: Campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 7º andar, Bloco F, sala 7123 Para atendimentos, agende um horário, através do e-mail: rfd.uerj@gmail.com  Telefones: (21) 2334-0507 e (21) 2334-2157. ISSN: 22363475.