O cuidado na saúde e na doença: uma perspectiva gestáltica

Karina Okajima Fukumitsu, Flaviana Cavalcante, Marcelo Borges

Resumo


Este artigo apresenta relações entre a Gestalt-Terapia, cuidado, cura e processos de saúde e doença. O cuidado passa a ser significativo para as pessoas sempre que um encontro genuíno acontece. Considerando que o profissional da saúde é um cuidador, sua relação com o cliente pode ser facilitadora para a instauração de novos sentidos, descobertas existenciais e, eventualmente, um caminho para a cura. Entende-se cura como o processo de retorno ao saudável e ao reconhecimento das potencialidades e possibilidades humanas.

Palavras-chave


Gestalt-terapia; Cuidado; Saúde e doença

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2009.9143

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com