Mulher e dor: um estudo na perspectiva da Psicodinâmica do Trabalho

Rubia Minuzzi Tschiedel, Elisete Soares Traesel

Resumo


O trabalho apresenta um estudo sobre o trabalho feminino considerando a dor e a somatização como expressões do sofrimento. Para alcançar os objetivos da pesquisa, foi efetuada uma pesquisa bibliográfica abordando, em especial, a articulação da temática com os fundamentos da psicodinâmica do trabalho e com as pesquisas sobre trabalho e gênero. Existe uma relação complexa que vincula a dor às vivências subjetivas e à identidade social. Da mesma forma, a ausência de espaços para discussão e visibilidade das contribuições da mulher impedem que haja uma reapropriação do significado do seu trabalho enquanto fonte de prazer, independência e realização.

Palavras-chave


Mulher; Dor; Somatização; Psicodinâmica do Trabalho

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2013.8428

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com