Compreensão do significado de família por estudantes universitários baianos

Elaine Pedreira Rabinovich, Anamélia Lins e Silva Franco, Lúcia Vaz de Campos Moreira

Resumo


Como parte complementar de um estudo quantitativo sobre papéis familiares, 170 universitários da Bahia responderam a um questionário aberto sobre composição, definição e ideal de família. As respostas a estas questões foram organizadas em categorias por análise de conteúdo. Os principais resultados definiram a família como base segura (59,1%) e o ideal de família como convivialidade harmônica (52,3%). Para composição familiar foram estabelecidas 10 categorias (extensa: 45,2%; nuclear: 22,0%; extensa + amigos: 10,7%, ampliada: 6,5%; monoparental: 5,9%; monoparental ampliada: 4,2% e outras). A principal conclusão foi a de que o retrato da família ideal apontou para um movimento em direção a uma família mais horizontal e menos autoritária do que a família tradicional brasileira.

Palavras-chave


Família; Horizontalidade; Composição familiar; Bahia

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2012.8319

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com