A cultura bullying na escola a partir do olhar das vítimas

Larissa Chaves de Sousa Santos, Milene Martins, Manoel Dias de Souza Filho, Maria do Carmo de Carvalho e Martins, Emanuelly de Maria Santos de Souza

Resumo


No Brasil a preocupação com o fenômeno da violência no ambiente escolar surgiu a partir da década de 1980, mas foi no final da década de 1990 e início dos anos 2000 que os estudos passaram a investigar as relações interpessoais agressivas envolvendo alunos e professores. A presente pesquisa é um estudo descritivo de abordagem qualitativa que objetivou investigar o fenômeno bullying entre escolares da rede particular de ensino de Teresina-PI, Brasil. A análise das falas dos escolares vítimas de bullying mostrou que o fenômeno bullying foi caracterizado por meio de atos de violência verbal, física e/ou psicológica realizados diariamente, os quais geraram sentimentos negativos e de mal estar entre as vítimas. Além disso, tais atos resultaram em prejuízos imediatos aos escolares, como dificuldades de concentração, comunicação, e baixo rendimento escolar, que raramente foram denunciados por conta de impunidade aos agressores.

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2013.7881

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com