Nilton Campos e a Psicologia Brasileira: Um Resgate Biográfico e Bibliográfico

Diego do Nascimento Mendonça, Adriano Furtado Holanda

Resumo


O presente trabalho centraliza-se no estudo da vida e da obra de Nilton Quadros Campos (1898-1963). Por meio do resgate de parte do legado bibliográfico do psiquiatra brasileiro, bem como de matérias jornalísticas e outras fontes documentais, foi construída uma narrativa biográfica que visa possibilitar uma compreensão de sua trajetória profissional, com subsequente exposição de algumas das principais ideias defendidas em sua obra. À medida que se dedicava aos trabalhos experimentais no Laboratório da Colônia de Psicopatas do Engenho de Dentro e às atividades de docência, crescia sua preocupação com os fundamentos da psicologia, sobretudo no que diz respeito às particularidades dos fenômenos psicológicos. Este posicionamento filosófico explica o encaminhamento que buscou direcionar para a psicologia em nível nacional. Campos defendia a autonomia do objeto psicológico frente às ciências naturais, mas entendia que a nova disciplina não possuía necessidade iminente de emancipação curricular, uma vez que deveria situar-se prioritariamente como campo de fundamentação para as práticas profissionais. Espera-se, assim, poder elucidar o modo de compreensão da ciência psicológica por um importante psiquiatra do século XX, contribuindo, por conseguinte, para a construção da memória da psicologia brasileira.

Palavras-chave


Nilton Campos; história da psicologia; psiquiatria; epistemologia

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2021.61069

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com